sábado, julho 23, 2005

Ministério das Finanças

Quando quarta-feira saí de Coimbra não adivinhava que, menos de 24 horas depois, haveria um novo titular no ministério das Finanças.

Não se pode dizer que a queda do ministro, ao fim de quatro meses, seja uma boa notícia para o Governo do PS e, muito menos, para o País, tanto mais que a situação de crise económica e de aperto orçamental não permitem alterações substanciais à política seguida nem margem para aventuras.

Também o PS não pode estranhar o aproveitamento que a oposição fez. É isso que se espera das oposições e um direito que lhes assiste. Com mais ou menos razão é um contributo democrático. Só em ditadura se escondem os problemas e se reprime a sua discussão.

Claro que a oposição de direita, com dois líderes a tentarem afirmar-se perante os adversários internos e o eleitorado, que nem as dificuldades sentidas leva a confiar nela, disfarça com agressividade a sua própria impotência.

A rapidez e consistência da solução encontrada, para substituir Campos e Cunha, deixaram a oposição sem margem de manobra para especulações e o nome escolhido tem prestígio nos meios financeiros e densidade política que ajudam a minimizar os danos.

O futuro deste Governo depende mais da solidariedade de quem sabe que as alternativas são escassas do que da agitação social, que se avizinha e compreende.

Além disso, todos sabemos que a direita, que até há quatro meses foi o Governo mais incompetente e trapalhão das últimas décadas, seria a perigosa alternativa onde todos os sacrifícios se manteriam e a mais leve preocupação social desapareceria.

É por isso que o PSD e o CDS esperam que das profundezas de Boliqueime regresse o salvador que os redima do passado recente e lhes augure um futuro promissor.

2 Comments:

At domingo jul 24, 10:47:00 da manhã, Blogger André Pereira said...

O Prof. Campos e Cunha ou não sabia ao que ia ou, sabendo, pensava que tinha mais poder que um Sócrates eleito por 45% dos portugueses.
Houve muitos, demasiados!, casos com este Ministro em pouco mais de 100 dias.
Fica a sua obra patriótica de apresentação de um Pacto aceite e elogiado por Bruxelas. Obrigado, Prof. Campos e Cunha.

 
At quinta fev 22, 02:32:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Looking for information and found it at this great site... cholesterol diet high people Indian sex amateurs Zyban rookstop Basement slot machine Horse racing forum modern furniture modern table modern lamp sofa contemporary football betting Ncaa basketball championship betting line

 

Enviar um comentário

<< Home