terça-feira, agosto 02, 2005

Autocrítica de Alberto João Jardim

«A geração que hoje está no poder em Portugal é a geração dos falhados».
(Alberto João Jardim, PÚBLICO, citado pelo DN, de hoje. In «Lido», pg.8).

Trata-se de uma autocrítica tardia.

Ou aquele bastardo, para não lhe chamar o que os leitores sabem, já pensa que a Madeira não é Portugal?!

6 Comments:

At terça ago 02, 11:43:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

É impressão minha ou você anda a baixar o nível dos seus comentários?

 
At terça ago 02, 11:52:00 da tarde, Anonymous Carlos Esperança said...

Caro leitor:

Limitei-me pudicamente a apelar para a memória dos leitores.

O baixo nível existe, de facto, mas da parte do sátrapa da Madeira.

 
At quarta ago 03, 12:05:00 da manhã, Blogger darwin_bojangles said...

Gostei do comentário ;)

 
At quarta ago 03, 10:21:00 da manhã, Blogger André Pereira said...

AJJ teve uma manhã de ressaca com alguma lucidez... Há noites mais calmas na Madeira, por vezes.
Se fizesse uma cura de desintoxicação por certo demitia-se...

 
At sexta ago 05, 10:16:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caro Esperança.
(Este PC é espanhol e nao tem til)
Nao partilho do estilo do AJJ mas ainda assim concordo com ele na crítica aos que nos comandam. No 25 Abril tinha 8 anos mas acho que passaram ao longo de 30 anos por cargos importantes uma cambada de medíocres. A um mau sucede um pior e o rigor, exigência e busca da excelência já nao existem. Tivemos 30 anos de regabofe em que do autoritarismo passámos a crise de autoridade e de falta de liberdade passámos para libertinagem.
Alberto Joao é um palhaço mas no campeonato dos medíocres está bem classificado, ou seja , no fim da tabela.
Abraço.
Um colega

 
At sábado ago 06, 11:32:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Quando abre a boca faz-nos rir de tanta bestialidade que diz. Ninguém o leva a sério, nem pode porque ele não tem a noção exacta dos disparates q diz!

 

Enviar um comentário

<< Home