sábado, janeiro 14, 2006

E agora, Sr. PGR?

O registo e eventual escuta de 80 mil telefonemas oriundos de 208 números muito confidenciais – como refere o Expresso –, pertencentes às mais altas figuras políticas e da própria magistratura, incluindo o PGR, significa que a política está refém da polícia.

Antigamente a PIDE espiava a oposição, agora o Ministério Público vigia os políticos?

Se é verdade o escândalo revelado pelo «Correio da Manhã» não vivemos num Estado de direito, estamos à mercê da chantagem e do poder discricionário de forças ocultas.

Sendo o Ministério Público uma magistratura hierarquizada, a ser verdade que o vértice da pirâmide esteve sob escuta, um leigo pode julgar que o Dr. Souto Moura foi escutado como alibi para disfarçar uma conspiração ou como vítima de subordinados que o não respeitam.

Num ou noutro caso as instituições democráticas estão em causa. Justa ou injustamente o PGR está em situação que o assassínio moral de Ferro Rodrigues tornou insustentável.

Isto é demasiado mau para ser verdade e excessivamente repugnante para que possa passar impune.

9 Comments:

At domingo jan 15, 12:24:00 da manhã, Anonymous antonio said...

hello
gostei muito fo teu blog

estou na belgica e estou a aconpanhar esta crise da justiça que vergonha mas nao encontro na net a lista que veio publicada no 24 horas sabes-me dizer se a posso ver ?
Agradecia-te
obrigado

 
At domingo jan 15, 12:39:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Quando, de forma leviana, se embarca em notícias sensacionalistas, deve-se, quando a montanha pare um rato, ter a humildade democrática, de rectificar aquilo se escreve, penso que emocionalmente. Ficava bem ao autor desta notícia corrigir algumas asneiras, algumas incorrecções e para a próxima pensat que, apesar de tudo, ainda somos um país europeu, onde há regras na justiça ......

 
At domingo jan 15, 12:54:00 da manhã, Anonymous Carlos Esperança said...

antónio:

Não sei corresponder ao pedido. Apelo para algum leitor do Ponte Europa que o possa fazer.

Só conheço o que disse o 24 horas por outros jornais. Não conheço qualquer lista.

Começa a ficar claro que houve uma conspiração contra o PS e tudo ameaça ficar impune.

Destruíram a carreira política de Ferro Rodrigues, um notável ministro de Guterres e de Paulo Pedroso.

Os violadores do segredo de justiça ficaram impunes.

 
At domingo jan 15, 01:01:00 da manhã, Anonymous Carlos Esperança said...

Caro anónimo das 12H39 AM:

Onde estão as «asneiras» e «incorrecções»? Onde mora a leviandade?

Quanto às regras da justiça sei que as há. Mas quem as cumpre?

Adelino Salvado foi punido? Onde pára Felícia Cabrita? A D. Catalina emudeceu? Aquele advogado ex-aluno da Casa Pia (Namora) já não dá entrevistas?

Há qualquer coisa no ar que cheira mal. Eu quero respostas. Quem pediu as escutas (MP), quem as autorizou (juiz) e qual o fundamento?

Se não me responderem a isto estamos pior do que se julga.

 
At domingo jan 15, 02:25:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Ficámos todos a saber que o Esperancinha é um grande leitor do 24 horas... esse jornal fantástico, feito por pessoas fantásticas... de uma qualidade literária digna da Alexandra Fernandes e do Carlos Castro...
Por falar em Carlos Castro, já percebi porque é que o Esperancinha gosta tanto do 24 horas.. hummmmmmmmmmmmm

 
At domingo jan 15, 05:44:00 da tarde, Blogger Carlos Alberto said...

Se bem me lembro

Ferro Rodrigues disse estar-se “cagando para o segredo de justiça” – teve direito a dizê-lo.

Apesar dos artigos de opinião de imensas virgens vestais, verifico que até esta data não está sozinho. Imensa gente cagou-se" para o segredo de justiça.

Não é necessária acusação judicial. Basta a insinuação, e uma ou outra saída cirúrgica para alguns órgãos de informação servis, de uma simples conversa telefónica particular, e está criado um facto politico e é a ruina do carácter de um cidadão.

Um dia saberemos toda a verdade. Saberemos quem quis, e porquê, assassinar politicamente o líder do principal partido de oposição

 
At domingo jan 15, 06:16:00 da tarde, Anonymous Carlos Esperança said...

Carlos Alberto:

«Um dia saberemos toda a verdade. Saberemos quem quis, e porquê, assassinar politicamente o líder do principal partido de oposição.»

Resposta: Quem me dera poder acompanhá-lo nessa fé. No resto, incluindo a intervenção cívica no seu blog, estou de acordo e aplaudo.

 
At domingo jan 15, 07:12:00 da tarde, Anonymous Cónego D. Frederico... said...

Já devia ter sido demitido, desde o caso das fotografias. Pusessem lá a sua própria foto... Pois é!

 
At quinta fev 22, 12:10:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Best regards from NY! Women&aposs chef coats Basal cell carcinoma and rhinoplasty and rotational flap Spanish lottery scam Seo haapsalu Drug fat reduction weight xenical ias training sample papers online Free ppc ebooks Toy rifles voip phone system voip business opportuntty are affiliate programs successful Find water bed mattress breast enhancement Southwest regional landfill phone number breast implant surgery for teens pictures Olanzapina olanzapine zyprexa olanzapine patent Louis vuitton handbags wholesale order tramadol http://www.hockey-8.info/connecticut-basketball-camps.html

 

Enviar um comentário

<< Home