terça-feira, janeiro 23, 2007

Franco e Salazar

Criminosos, cúmplices e desconfiados

8 Comments:

At terça jan 23, 12:49:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

O quê???? o Franco também ficou em primeiro lugar na escolha do "Grande Espanhol", à semelhança do que aconteceu em Portugal com Salazar????
Não posso crer!!!! Em Portugal entende-se porque ganhou o PS de Sócrates, agora em Espanha...
Nã... não posso crer...

 
At terça jan 23, 12:58:00 da manhã, Anonymous Carlos Esperança said...

Anónimo:

É para recordar aos nostálgicos os criminosos que oprimiram os povos ibéricos.

Em Portugal e Espanha, depois da democracia, nunca mais se assassinaram adversários políticos.

É pouco?

É um progresso notável.

 
At terça jan 23, 01:13:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

O primeiro comentário (12:49:01) está na linha de muitos outros que neste espaço vêm sendo publicados, pelo que, podemos considerá-lo como vindo de uma pessoa normal.
Talvez por isso possamos recordar Umberto Eco, quando diz:
"Há quatro tipos ideais: O cretino, o imbecil, o estúpido e o palerma. O normal, é a mistura equilibrada dos quatro."

"Pura dedução"

 
At terça jan 23, 02:14:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

ó Anónimo (01:13:16) obrigado pela normalidade que me atribuis, deduzo que assim não te consideras, senão jamais perderia tempo a escrever o comentário. Por esse facto, mais uma vez deduzo que sejas anormal, isto é, uma mistura desequilibrada dos quatro!

Deixa lá... não se pode ter tudo!

 
At terça jan 23, 11:13:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Com sarcástica ironia apetece-me comentar a foto, assim:
"les bons esprit se rencontre"...

Adenda:
Les bons et les mauvaises...

 
At terça jan 23, 02:45:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

A toda a intelectualidade Coimbrã recordo que preocupante é o facto do Presidente, frequentador da noite e diz-se fornecedor de prostitutas aos árbitros para ganhar campeonatos, Pinto da Costa ter ficado classificado em 17º lugar, entre os maiores de sempre.
Favor comentar.

Zézé.

 
At terça jan 23, 03:36:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Olha que dois, num “tête-à-tête”, com Badajoz à vista.
Criaturas suspeitosas e sinistras, tão diferentes e tão iguais:
Um, o labrego, cruel e melífluo, o outro, o Galego, sanguinário e visceral.
Ambos desconfiados: o nosso (salvo seja) só fazia fé na Maria e no Cerejeira, o outro só confiou, mesmo, na Guarda Moura que lhe serviu de escolta.
Quantas torturas e assassinatos no segredo das cadeias!? Quantos cadáveres em África, nas Astúrias, na frente do Ebro, etc.
Dois fascistas com a vida coberta pelo véu do luto.

jrd

 
At terça jan 23, 03:58:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Os concursos, os reality-shows, os talk-shows, etc., são meros fenómenos televisivos. A sua matriz é a ficção, a ilusão, a exibição ou, ainda, o divertimento (de bom ou mau gosto).

É interessante e caricata a valoração que lhe atribui a orfã Direita, deste País. Há mais de 30 anos sem um pai tirano...
Não sabemos se a partir daí não exigirão um referendo com a singular pergunta:
"Oh! tempo voltas para trás?"

Estão tão contentes que mais parecem terem descoberto, no sorumbático ditador, a "floribela" da direita.

 

Enviar um comentário

<< Home