quinta-feira, abril 26, 2007

Homenagem às vítimas de todas as atrocidades


Faz hoje 70 anos que a cidade de Guernica foi bombardeada pela aviação alemã ao serviço do general Franco. Da brutalidade da destruição, da dimensão do crime e da crueldade dos algozes ficou o pungente registo de Picasso e a repugnância do mundo.

1 Comments:

At quinta abr 26, 08:04:00 da tarde, Blogger e-pá! said...

Ainda hoje li analistas políticos e pseudohistoriadores que põe em causa a dimensão e a autoria da atrocidade cometida há 70 anos contra Guernica, alinhando na mentira de Franco (...foram os "vermelhos" que incendiaram a cidade ...)
Os negacionistas da História não dormem. A Legião Condor de Hitler e a Aviazzione Legionaria de Mussolini foram, para esses senhores, meras esquadras acrobáticas...que, por fatal coincidência evoluiam nos céus de Guernica, enquanto rebentavam as bombas cá em baixo...

Para além da violência inaudita com que se processou o bárbaro bombardeamento, que matou um número, ainda, hoje indeterminado de habitantes.
Mas, foi pior. Tentou-se destuir um simbolo ancestral do povo basco:
a árvore simbólica (Gernikako Arbola) sob a qual os reis espanhóis juravam proteger o povo basco.
Podemos, portanto, estar próximos da ancora histórica de complexos problemas, originados (exacerbados) pelo franquismo, que se arrastam até hoje...

 

Enviar um comentário

<< Home