terça-feira, novembro 18, 2008

Momento de poesia


Dissertação sobre o teorema de Pitágoras


Todas as esquadrias que desenhes
no teu corpo
não resolvem nenhum dos teoremas
enquanto não sentires o crepitar do fogo
e o tumulto do teu sangue
a arder nas veias
as multidões não cabem em nenhum
número inteiro
nem nunca conseguirás contar
os grãos de areia do deserto
talvez tenhas de encontrar a palavra exacta
para a pronunciares ao adormecer
ou então inventar uma nova geometria
para procurares tudo aquilo que te falta…

Alexandre de Castro