terça-feira, março 29, 2011

Friendly advice...

Bit of friendly advice, Portugal

Sunday March 27 2011


Dear Portugal, this is Ireland here.

I know we don't know each other very well, though I hear some of our developers are down with you riding out the recession. They could be there for a while. Anyway, I don't mean to intrude but I've been reading about you in the papers and it strikes me that I might be able to offer you a bit of advice on where you are at and what lies ahead. As the joke now goes, what's the difference between Portugal and Ireland? Five letters and six months. Anyway, I notice now that you are under pressure to accept a bailout but your politicians are claiming to be determined not to take it. It will, they say, be over their dead bodies. In my experience that means you'll be getting a bailout soon, probably on a Sunday. First let me give you a tip on the nuances of the English language. Given that English is your second language, you may think that the words 'bailout' and 'aid' imply that you will be getting help from our European brethren to get you out of your current difficulties. English is our first language and that's what we thought bailout and aid meant. Allow me to warn you, not only will this bailout, when it is inevit-ably forced on you, not get you out of your current troubles, it will actually prolong your troubles for generations to come. For this you will be expected to be grateful. If you want to look up the proper Portuguese for bailout, I would suggest you get your English-Portuguese dictionary and look up words like: moneylending, usury, subprime mortgage, rip-off. This will give you a more accurate translation of what will be happening you. I see also that you are going to change your government in the next couple of months. You will forgive me that I allowed myself a little smile about that. By all means do put a fresh coat of paint over the subsidence cracks in your economy. And by all means enjoy the smell of fresh paint for a while. We got ourselves a new Government too and it is a nice diversion for a few weeks. What you will find is that the new government will come in amidst a slight euphoria from the people. The new government will have made all kinds of promises during the election campaign about burning bondholders and whatnot and the EU will smile benignly on while all that loose talk goes on. Then, when your government gets in, they will initially go out to Europe and throw some shapes. You might even win a few sports games against your old enemy, whoever that is, and you may attract visits from foreign dignitaries like the Pope and that. There will be a real feel-good vibe in the air as everyone takes refuge in a bit of delusion for a while. And enjoy all that while you can, Portugal. Because reality will be waiting to intrude again when all the fun dies down. The upside of it all is that the price of a game of golf has become very competitive here. Hopefully the same happens down there and we look forward to seeing you then.

Love, Ireland.

Sunday Independent link

Gentil, bem humorada e avisada carta aberta da Irlanda a Portugal onde se explanam uma série de advertências [sobre a "ajuda externa"].


Adenda: tradução inserida em comentário.

6 Comments:

At quarta mar 30, 11:59:00 da manhã, Blogger Manuel Galvão said...

Saímos da frigideira para entrar no fogo... é a tendência das políticas portugueses para os éfes!

 
At quarta mar 30, 08:45:00 da tarde, Blogger José Gonçalves Cravinho said...

Eu não gosto dos ingleses e muito menos dos americanos,e como tal,não
tento nem nunca tentei aprender inglês.Mas agora gostaria de saber
o que consta nesta carta da Irlanda
É pena não vir estampada a tradução
Espanhol,francês e holandês ainda sou capaz de ler.

 
At quinta mar 31, 10:35:00 da manhã, Blogger e-pá! said...

Caro J. G. Cravinho:

Aqui fica uma tradução do texto "postado".

Um pequeno conselho amigo, Portugal

Domingo, 27 Março 2011

Querido Portugal, daqui escreve a Irlanda. Eu sei que não nos conhecemos muito bem, embora tenha ouvido dizer que alguns dos nossos investidores andam por aí a cavalgar a recessão. Eles podem ficar por aí algum tempo. Eu não quero parecer intrometida mas tenho lido umas coisas nos jornais sobre ti e acho que posso dar-te um pequeno conselho sobre o que se passa contigo e que mentiras vêm por aí.

A piada que corre é: qual a diferença entre Portugal e Irlanda? Cinco letras e seis meses. Reparo que estás sob pressão para aceitar um resgate externo mas os teus políticos afirmam estarem determinados a não aceitar. Dizem eles, só por cima do seus cadáveres. Por experiência própria, isso significa que um resgate estará para breve, provavelmente a um Domingo.

Primeiro deixa-me explicar-te um pouco as nuances da língua Inglesa. Dado que o inglês é a tua segunda língua, poderás pensar que as palavras “bailout” e “aid” implicam que irás contar com a ajuda dos nossos parceiros comunitários para sair das tuas dificuldades actuais. O Inglês é a nossa primeira língua e foi isso o que pensámos que “bailout” e “aid” significavam.

Permite que te avise que este “bailout”, quando te for inevitavelmente imposto, não só não te livrará dos teus problemas actuais como irá prolongá-los pelas gerações futuras. E ainda esperam que fiques grato. Se quiseres saber o significado correcto de “bailout”, sugiro que pegues no dicionário de Inglês-Português e procures palavras como: empréstimo, usura, hipoteca, roubo (moneylending, usury, subprime mortgage, rip-off). Isto dar-te-á uma tradução mais correcta do que te vai acontecer.

Vejo também que vais mudar de governo nos próximos meses. Desculpa, mas permito-me um sorriso. Porque tudo isso não é mais do que passar uma demão fresquinha de tinta por cima das rachas da vossa economia. Aproveita e aprecia o cheiro da tinta fresca enquanto dura. Nós também tivemos um governo novo, e até é divertido durante umas semanas.

O que vais descobrir é que o novo governo chegará envolto por uma leve euforia das pessoas. O novo governo terá feito todo o tipo de promessas durante a campanha, sobre deitar fogo aos capitalistas e outras, enquanto a UE irá sorrir benevolamente com este palavreado. Mas logo, mal tome posse, o novo governo irá à Europa tentar fazer boa figura. Poderás até ganhar umas partidas contra o teu velho inimigo, seja ele quem for, e até atrair visitas de alguns dignitários como o Papa e assim. Haverá boas vibrações no ar e toda a gente vai refugiar-se nessa ilusão durante algum tempo.

Aproveita tudo isso enquanto puderes, Portugal. Porque a realidade espera-te e vai intrometer-se de novo no teu caminho quando o divertimento acabar. O lado bom de tudo isto é que o preço de jogar golfe se tornou muito atractivo aqui. Espero que o mesmo suceda por aí e poderemos encontrar-nos então.

Com amor

Irlanda


Um abraço.

 
At quinta mar 31, 05:55:00 da tarde, Blogger Carlos Esperança said...

É-Pá:

Coloca a tradução como post, s.f.f.

 
At quinta mar 31, 10:08:00 da tarde, Blogger e-pá! said...

CE:

Coloquei uma adenda no post.

 
At sexta abr 01, 12:49:00 da manhã, Blogger Carlos Esperança said...

E-Pá:

Continuo a pensar que valia a pena um post com a tradução.

 

Enviar um comentário

<< Home