segunda-feira, janeiro 21, 2013

O Governo pensa en nós...

... para o ajudarmos na cobrança dos impostos.


Beneficie do incentivo fiscal à exigência de factura


Vêem como o Governo, afinal, se preocupa em resolver o problema da nossa falta de dinheiro!

O ministro Gaspar é boa pessoa, apesar do que dizem as más-línguas. Ora vejam só:

De acordo com a nova lei, até nos «permite» deduzir 250 euros, correspondentes a 5% do IVA que seja pago em:
a) Manutenção e reparação de veículos automóveis;
b) Manutenção e reparação de motociclos, de peças e acessórios;
c) Alojamento e similares;
d) Restauração e similares;
e) Atividades de salões de cabeleireiro e institutos de beleza.

Ora, para que 5% do IVA pago perfaça 250 euros, bastam APENAS facturas no montante total 26.739,13 €  com cabeleireiros, restaurantes, oficinas, etc, o que é a coisa mais natural e simples deste mundo...
Ou seja: 26.739,13 : 1,23 = 21.739,13, donde 21.739,13 x 23% = 5.000€, sendo que 250€ são 5% de 5.000€.
Fácil, não é?

Ora, dividindo 26.739,13€ por 12 meses, basta que gastemos, em média, TÃO SÒMENTE, 2.228,26€ por mês.
O que daí sobrar do nosso ordenado dará para alimentação, renda da casa, saúde, vestir, calçar, gasolina, seguros, água, gás, electricidade, telefone, etc.

DEPOIS DISTO, E COM A VOZ EMBARGADA DE EMOÇÃO E GRATIDÃO, NÃO SE SABE QUE MAIS DIZER A NÃO SER:

Bem haja, sr. Ministro das Finanças! Com esta brilhante, eficaz e generosa medida, bem reveladora da sua fina sensibilidade social, a nossa vida nunca mais será a mesma...

(Texto enviado por A. S. B.)