terça-feira, maio 05, 2015

Pedro Cosme Vieira - execrável fascista


A história do professor universitário mais odiado em Portugal: fez uma crítica ao programa económico do PS e um deputado do PSD citou-o, mas arrependeu-se logo a seguir; este professor assume-se racista e diz que o problema da sida se resolvia com a morte dos infetados; chama-se Pedro Cosme Vieira. BCP volta aos lucros quatro anos depois. Estreia o filme que Manoel de Oliveira desejou que fosse visto depois da sua morte.

O texto de Francisco Louçã sobre o execrável, pode ser lido aqui.