A canalhice banalizada

O ministro da Saúde do RU demitiu-se após a divulgação de um vídeo em que beijava sofregamente uma colaboradora, no período de distanciamento social obrigatório.

Serei só eu, indiferente às manifestações sensuais de dois adultos, que me indigno com quem violou a privacidade de duas pessoas, ao divulgar o vídeo, e a provocar o gozo alarve dos que exultam com a canalhice? 

Comentários

Jaime Santos disse…
Sem dúvida, não só a canalhice, mas também a hipocrisia da sociedade britânica.

Não me venham agora dizer que os affaires e os namoros entre pessoas que não coabitam ficaram suspensos durante o período da pandemia, seguindo à risca as regras. O tanas é que ficaram...

Isto dito, no caso de Hancock, é muito bem feito, porque ele foi implacável com um Professor do Imperial College, membro do Sage, porque este foi visitado pela namorada durante o confinamento após ter desenvolvido sintomas de Covid e ter permanecido duas semanas em confinamento... Quem com ferro mata...
Jaime Santos:

Como de costume subscrevo. É bem feito.

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime