Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2009

Verdade ou insurreição?

Uma juíza do Tribunal de Família e Menores de Lisboa emitiu um despacho contra o sistema Citius, do Ministério da Justiça . Solange Hasse denuncia que o programa informático onde os magistrados passam a emitir os despachos é vulnerável a intromissões do poder político, que podem consultar e alterar os processos.

Cavaco Silva e a lei do divórcio

Imagem
No local onde a irmã Lúcia passava tardes a pastorear cabras e à conversa com a Virgem, onde o Sol andou às cambalhotas e um anjo aterrou, Cavaco pareceu o líder da oposição de direita . O local é adequado para o recolhimento, a oração, as flexões e as reflexões pias, sobretudo no que diz respeito ao divórcio, mas não é o sítio adequado a comícios profanos. Foi, por isso, com surpresa que ouvi o PR, não a verberar as fugas de informação de um processo judicial mas a fragilizar o Governo quando este se encontra perante uma campanha que visa denegri-lo, sem o derrubar, para colocar no poder uma oposição sem programa, sem ideias e sem vergonha. Não sei que estudos suportam a suspeita de que a nova lei do divórcio esteja na origem de novos pobres mas a crítica reiterada a outro órgão da soberania afigura-se um acto de quem, em vez de zelar pelo normal funcionamento das instituições, está a pôr em causa essa normalidade. Criticando a AR, atinge o Governo e revela o azedume que a ca

Steele vs. Obama

Imagem
Obama já tem alguém à sua altura para fazer oposição. É a riqueza da democracia no seu esplendor. Para um bom Governo, uma boa oposição! Os Republicanos têm que esquecer os tempos tenebrosos da loira de Wasila, ou o manager de baseball de Arlington. O factor demográfico corre contra o partido dos WASP (White Anglo-Saxonic and Protestant) e, como pragmáticos que são, os homens da direita americana já encontraram o seu afro para começar um novo ciclo na política interna.

"Brasil urgente, Dilma presidente”

Imagem
Não é ainda uma declaração de apoio da minha parte. Mas desde já manifesto uma grande alegria e simpatia por esta potencial candidatura. Primeiro, porque é do PT e não será necessário recorrer a um candidato emprestado de outro partido, como muitos previam. Segundo, porque é uma mulher, num país em que estas sofrem constantes humilhações e privações. Será um extraordinário passo em frente de emancipação feminina na grande América Latina que conta já com uma Presidente no Chile e outra na Argentina. Terceiro, porque tem grande experiência de governação, assegurando a continuidade das políticas que têm trazido algum progresso ao Brasil e alguma distribuição de renda e de terras, sem o populismo estéril dos pseudo-revolucionários mais a norte. Quarto, porque não vem das grandes famílias dos coroneís nem da burguesia paulista, sendo alguém com um trajecto de vida que a robustece. Vamos ver com que linhas se cose esta política à brasileira, sempre tão complexa.

Castanheira Barros e a política (2)

Resposta de Castanheira Barros ao Ponte Europa A velha técnica de descontextualizar afirmações já não pega . Desafio-o a publicar na íntegra o texto que remeti à comunicação social e que infra-transcrevo e já agora convido-o a comparar a sua notícia com a do Jornal Barlavento sobre o mesmo assunto : Barlavento online « Ao ter rejeitado a homologação da candidatura do Dr. Gonçalo Amaral à Presidência da Câmara Municipal de Olhão, a CPN-Comissão Política Nacional do PSD cometeu um erro grave ao ratificar a posição anteriormente assumida pela Presidente do PSD Drª Ferreira Leite que afirmou que essa candidatura não seria aceite por « dar a ideia de que existe uma promiscuidade entre a política e a justiça ». Essa afirmação traduz-se na violação do artigo 48º da Constituição que consagra o direito à acção política ( « direito de tomar parte na vida política e na direcção dos assuntos públicos do país » ) . Desde quando é que um funcionário ou ex-funcionário do Ministério da Ju

A lucidez de um guerrilheiro

Imagem
Fidel à sua frieza de análise, Castro consegue ser notícia graças às suas declarações sobre Barack Obama. Reduzindo a complexidade - como é apanágio das mentes brilhantes - o antigo líder de Cuba esclarece que o Presidente dos EUA, numa manobra de imperialismo, está a promover o reforço da nação tirânica israelita e do genocídio dos palestinianos. Já sabemos com o que podemos contar da parte do Comandante Castro. Com efeito, este conseguiu levar o seu povo a um bom nível de vida e a um gozo pleno e igualitário dos valores democráticos, sem presos políticos e sem miséria, e é um exemplo para alguns em todo o mundo, designadamente para os comunistas portugueses. Eu, mais inocente ou mesmo cândido, ainda mantenho muita esperança em Obama e vejo nos passos determinados que este tem vindo a tomar relativamente ao médio-oriente, a Guantánamo e ao Iraque um caminho muito positivo, que pode vir a trazer uma paz justa e duradoura a Israel e à Palestina.

Investigações para português ver...

Informa é-pá: "A questão Freeport e a inusitada tentativa de envolvimento do actual PM José Sócrates, têm-me levado a que, neste blog, venha apelando ao respeito pelo calmo (cool) e tranquilo desenvolvimento das investigações, sob a natural supervisão da PGR. Mantenho, inquietantes reservas sobre a investigação britânica orientada pelo denominado Serious Fraud Office. Parece que na Grã-Bretanha há fraudes sérias e outras, menos sérias. Prefiro considerar todas as fraudes, como menos sérias... Para quem criticou, impiedosamente, a PJ nas investigações do "caso Maddie", nomeadamente as demoras, a sua actuação no caso Freeport, nada lhe fica a dever. Trata-se da aprovação de um projecto que teve lugar em Março de 2002. Só 6 anos depois (em 2008) é que se realiza uma reunião conjunta entre as polícias portuguesa e britânica, em Haia (Holanda). Uma pressa muito tardia. E, depois, o que dizer deste festival mediático? Necessidade de empolar vendas devido à crise, viver do

Cinismo fascista

O sacerdote Floriano Abrahamowicz, relançou ontem as teses revisionistas sobre o Holocausto feitas por um bispo lefebvriano ao assegurar que a «única coisa segura sobre as câmaras de gás é que se usaram para desinfectar».

Arre porra que é demais

Imagem
Perante a ausência de novos factos e o excesso de agitação mediática que aí vai por causa do processo Freeport, recordo as pessoas, que seria vergonha para qualquer partido de bem ter como militantes, que se prestaram à canalhice de assassinar politicamente Ferro Rodrigues, uma referência ética e política da nossa democracia. Foi no tempo em que o país andou à deriva com Durão Barroso e Paulo Portas, com a justiça entregue a Celeste Cardona e a PJ dirigida por Adelino Salvado que em vez de responder por violação do segredo de justiça e perseguição a um líder partidário foi parar, como juiz desembargador, à Relação de Lisboa. Mais tarde assisti à infame insinuação do Menino Guerreiro sobre a alegada homossexualidade de Sócrates, o que para mim significava o mesmo que divulgar-lhe o grupo sanguíneo, por exemplo, mas que se inseria numa campanha miserável num país que a cultura pia tornou homofóbico. Já antes (lembram-se leitores?) tinha havido contra Guterres uma campanha que,

Coelho demorou 35 anos, mas saiu da toca!

O PCP está "esclerosado" e é "reaccionário" afirma o ex-militante do PCP e Presidente da Câmara Municipal de Sines. Que o PC(P) - partido único na Europa, sem paralelo em Espanha, Itália, proibido na Alemanha, irrelevante na história da política escandinava, britânica e de outros países ricos como a Áustria e a Suíça, para gáudio do povo, desaparecido de metade do nosso Continente com a queda do muro de Berlim - tem as características indicadas pelo autarca, não é notícia. A notícia é que - tal como faz aos seus deputados que batem com a porta - o PCP tem o descaramento de sugerir que o Presidente da Câmara se demita... Como se as eleições em Sines tivessem lugar no comité central!

USA - (Senado) Obviamente, demito-o...

O governador democrata do Illinois, Rod Blagojevich, foi considerado culpado no âmbito do processo de destituição movido pelo Senado daquele estado e imediatamente exonerado do cargo depois da votação unânime dos legisladores no sentido do seu afastamento. Acusado por vários crimes de abuso de poder e corrupção, o mais “incrível” dos quais u m alegado leilão do cargo no Senado ocupado por Barack Obama e deixado vago depois da sua eleição como Presidente, Blagojevich (ou simplesmente “Blago”) não tinha as mínimas condições políticas para se manter à frente do governo do Illinois .

Em defesa do JN

No endereço http://www.petitiononline.com/ pelojn/petition.html está alojado o "Manifesto pelo último grande jornal da cidade do Porto", uma petição em defesa do "Jornal de Notícias" Se estiverem de acordo, assinem e divulguem. Anabela