Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2009

A incompetência já deu os seus frutos

Imagem

A afirmação de Coimbra na política nacional

Não gosto de ser muito duro para a minha querida cidade. Mas mesmo para um bonacheirão e apaixonado por Coimbra, um relance minimamente objectivo sobre a contribuição da "lusa-Atenas" para a política nacional, nos últimos quinze anos, reduzem-se se a um punhado de lembranças como:
- ter como cabeça-de-lista Senhoras como Zita Seabra e a viúva do Prof. Sousa Franco;
- ter um candidato a Secretário-geral do PS com um resultado muito baixo;
- uma luta sem tréguas e sem pudor à co-incineração, porque sim;
- uma candidatura, agora em segunda (ou terceira?) tentativa, à Presidência do PSD.
Curiosamente algumas destas desventuras têm protagonistas comuns.
Com efeito, o candidato a Presidente do PSD julga ser concebível "a construção de túneis para ligar a ilha do Pico ao Faial e a S. Jorge."

Que 2010 abra novos horizontes a esta cidade que já deu ao país pessoas como António José de Almeida, Francisco Salgado Zenha ou Carlos Alberto da Mota Pinto.

Coimbra sempre do contra

Imagem
Já partiram as cervejas, as louças, as bolachas... O comércio foi substituído por "franchisings" nos "shoppings", a população residente vai baixando e por fim vão levar a cimenteira.

Mas mais grave que o emprego e a fortuna é o dislate e o permanente achincalhar de tudo o que seja um dado técnico-científico.

A doutorice coimbrinha vai-nos empurrando para a irrelevância.

Cavaco, PS e oposição

Imagem
Na sequência da promulgação do diploma que suspende a entrada em vigor do Código Contributivo, o PS criticou o PR e acusou-o de alinhar com a oposição. Penso que o PR não merece a acusação, embora tenha sido uma temeridade suspender um diploma saído de laboriosas negociações e de difíceis compromissos em sede de Concertação Social.

Não teve dúvidas em promulgá-lo e nem sequer suscitou a fiscalização preventiva da sua constitucionalidade. As receitas para a Segurança Social foram postas em causa e os partidos à esquerda do PS talvez venham a verificar que votar ao lado da direita não é a melhor forma de defenderem os trabalhadores de cujo monopólio se arrogam.

Não foi o PR que alinhou com a oposição, foi esta que alinhou com o PR. Há muito que Cavaco é o rosto mais credível da oposição de direita e se não fossem os 357 mil euros de mais valias com que arredondou os quatro salários (PR e as reformas de professor, do Banco de Portugal e de primeiro-ministro) com as 255.018 acções da Socie…

Prenda de fim de ano?

Todos querem chegar ao topo!

Imagem
Continua a luta dos sindicalistas, que não dão aulas há anos, pela sua reforma no escalão máximo.

Pode a Ministra fazer o pino, oferecer-nos o seu melhor sorriso, reformular quantas vezes quiser a sua proposta, porque o que verdadeiramente interessa é saber se todos, mesmo todos, vão chegar a Catedráticos, digo, a Generais, digo melhor, ao décimo escalão.

Não há paciência para tanta falta de pudor por parte dos sindicatos!

Aplicou-se o Código de Processo Penal

Imagem
O Senhor Presidente do STJ aplicou a Lei, como lhe compete.

Espero que em 2010 os atropelos à ordem constitucional democrática provocados por alguns voluntaristas e outros malabiristas sejam colocados na gaveta...

Sim ao Acordo Ortográfico

Imagem
(Clique na imagem para aumentar)

Comentário: Que diriam os adversários do último Acordo Ortográfico, a 24 horas de entrar em vigor, se tivessem de escrever o português do texto pio que aqui acima se reproduz?

Outra pandemia?

Imagem
Depois da pandemia de gripe A - ainda longe de estar terminada, alerta a OMS - os cientistas viram a sua atenção para outros vírus das aves capazes de infectar os humanos e gerar outras pandemias. Em Hong Hong, voltou a aparecer o H9N2.

Comentário: Ainda não acabou esta pandemia e já estão a lançar outra?

EUROPA – Pátria das Liberdades…

Imagem
Depois dos precedentes abertos pela Roménia e a Polónia ao permitirem a instalação de prisões secretas surge, agora, a denúncia que a Lituânia consentiu, no seu território, o mesmo tipo de prisões, desde 2002…

Caso se confirme que a Lituânia foi um País de acolhimento de prisões secretas da CIA, na sequência de operações contra o terrorismo, comandadas pela ex-administração de G.W. Bush, a UE deve pronunciar-se publicamente sobre esta grave violação dos Direitos Humanos, a soldo de uma guerra e instrumentalizando uma iníqua campanha de terror.

Já nos bastava a insustentável cortina de fumo tecida à volta dos voos da CIA, que indiciaram a colaboração de diversos País europeus – incluindo Portugal (?) – como suspeitos entrepostos de prisioneiros com destino ao inferno concentracionário de Guantánamo …

Em que atalhos se meteu a Europa das Liberdades?

Os bispos e os referendos

Imagem
Andaram os bispos portugueses 48 anos em paz, sem preocupações com a democracia, com direito a báculo e mitra apenas com autorização de Salazar, indiferentes aos crimes da ditadura e à guerra colonial, e tornaram-se agora os paladinos da democracia directa.

Todos os dias saltam prelados a agitar a mitra contra os casamentos homossexuais, a brandir o báculo contra o aborto, a perorar sobre a família, como se disso tivessem alguma experiência. Disparam ave-marias e salve-rainhas contra os “inimigos da moral e dos bons costumes” e, finalmente, exigem um referendo sobre matéria que fez parte da campanha eleitoral e dos conselhos pios aos eleitores para se afastarem de partidos que, na sua pitoresca linguagem, são contra a família.

Os bispos, que impedem a interrupção voluntária do celibato aos padres, em nome de uma decisão que lhes aumenta o poder, estão agora na vanguarda da defesa da família e da reprodução. Por que motivo não referendam, entre os padres, o celibato?

Com que legitimidade …

CHINA: execução de cidadão britânico

Imagem
O primeiro ministro-britânico, Gordon Brown, revelou, hoje, que as autoridades chinesas executaram, através de administração de uma injecção letal, o cidadão britânico Akmal Shaikh, condenado à morte por tráfico de droga.

Gordon Brown condenou com firmeza a execução de Shaikh e mostrou-se escandalizado e decepcionado que os pedidos de clemência das autoridades britânicas não tivessem sido ouvidos.
Mais, o primeiro ministro-britânico, declarou: “Estou particularmente preocupado pelo facto de não ter sido efectuada qualquer tipo de avaliação da saúde mental do condenado.” Registe-se que, segundo informações veiculadas pelos familiares e amigos de Akmal Shaikh, o mesmo sofria de perturbações mentais.

Akmal Shaikh foi detido em Setembo de 2007 na província de Xinjiang (NW da China) e acusado de ter em sua posse 4 Kg de heroína.
Segundo a ONG Reprieve (http://www.reprieve.org.uk/2009_12_29_akmal_shaikh_executed), Shaikh é o primeiro cidadão europeu executado na China, nos últimos 50 anos.
E…

Momento de poesia

Imagem
As tuas madrugadas


Visito o esplendor das tuas madrugadas

percorro as avenidas de álamos

que engalanam o sonho

que te acordou.

Já não esperas o meu beijo

nem as flores

suspensas nos meus dedos.

As ausências

são ásperas e frias

e os silêncios

são o fino gume dos punhais

a trespassar a dor

e a adiar a esperança.

Alexandre de Castro

Provedor - Carta aos jornalistas do Público

Imagem
José Manuel Fernandes - Saída de sendeiro

Ao fim de dois anos a falar para os leitores, o provedor despede-se dirigindoaúltima crónica à redacção.

Associação Ateísta Portuguesa - Carta ao Patriarca Policarpo

IRÃO: tempos de mudança?

Imagem
As manifestações dos últimos dias em Teerão, no seguimento da morte do ayatollah Montazerí, trouxeram à rua, no passado domingo, milhares de manifestantes.

Na verdade, as motivações destes protestos entroncam-se nas últimas eleições presidenciais, que conduziram, sob a interferência discricionária do líder supremo, à reeleição de Mohammoud Ahmadinejad. Na altura, em Junho, os apoiantes do candidato reformista Mirhossein Mousavi, contestaram os resultados e manifestaram-se expressivamente em várias cidades do Irão.

O ayatollah Montazerí, tornou-se um dissidente da teocracia xiita que, a partir de Qom, governa o Irão. Esta visível dissidência mostrou ao povo iraniano, e ao Mundo, que as fracturas no interior da clique religiosa que detêm o poder, organizada pelo “pai da revolução”, ayatollah Komennei, são profundas e, obrigatoriamente, conduzirão a mudanças.

A inevitabilidade destas mudanças reflectem um paradigma que se evidencia nas poucas imagens e nos telegráficos e truncados relatos …

Opinião de um monárquico

Imagem

IRLANDA: Um Natal de repugnância e cólera…

Imagem
O escândalo da pedofilia no seio de instituições religiosas abala a Igreja cristã irlandesa. Ou, talvez, as suas réplicas sejam mais devastadoras e atinjam os alicerces da ICAR.


Quando olhamos para os últimos acontecimentos em Dublin o que sobressalta é uma cascata de demissões:
O bispo de Limerick (oeste de Irlanda), Donald Murray, renunciou a 17.12.09;
O bispo de Kildare e Leighlin, James Moriarty, a 24.12.09;
Os bispos auxiliares de Dublin Eamonn Walsh e Raymond Field, no passado dia 25.12.09.
E o que adiante se verá…
A arquidiocese de Dublin é acusada de encobrir os abusos sexuais cometidos por padres pedófilos. Esta vergonhosa conivência com tão graves crimes coloca a ICAR na senda de uma organização foragida à Justiça. Não se entende como o arcebispo de Dublin - Diarmuid Martin, vai recebendo estas renúncias e limita-se a comunicá-las a Bento XVI. Na verdade, o arcebispo, que é o actual primeiro responsável, dos abusos repetidamente cometidos na arquidiocese que actualmente dirige, p…

Teste do amor

Encerre o cônjuge e o cão no porta-bagagens.

Abra passado uma hora e veja qual fica feliz, ao vê-lo/a.

USA: The Obama Health Care Bill…

Imagem
Muitos norte-americanos, nesta quadra festiva, foram contemplados com uma prenda especial:
A aprovação pelo Senado da proposta de Reforma de Seguros de Saúde, um dos pontos fulcrais da campanha presidencial que levou Barak Obama à Casa Branca.

Nada está decidido em definitivo. Mas nunca se tinha chegado tão longe!

Seguem-se conversações para conciliar os textos aprovados pela Câmara de Representantes e pelo Senado, onde se confronta o desenvolvimento – ou não - de um modelo de “opção pública”, que a proposta aprovada pelo Senado, fruto de intensivas negociações, não contempla.

Esta “opção púbica” significa a gestão, pela Administração Federal, de um organismo público, que garantia à maioria esmagadora dos cidadãos uma oferta de seguros, universal (contempla 95% dos norte-americanos) e equitativa.
Se as conversações com vista à concertação destas divergências não conduzirem à adopção da “opção pública”, este facto, restringe o seu alcance, mas não diminui a importância da actual Reforma.…

A homília natalícia do Cardeal Patriarca

Imagem
A homília de Natal de D. José Policarpo trouxe a público posições rígidas e dogmáticas (para não chamar fundamentalistas) da ICAR que reflectem o modo como as autoridades religiosas olham a sociedade actual.


Disse, Sua Eminência:
“…É um dos grandes paradoxos da História, um povo oficialmente crente em Deus não reconhece Deus que o visita”…

Bem. Não existem povos oficialmente crentes em Deus fora das teocracias, quaisquer que elas sejam.
A confusão entre o Estado laico que temos e a liberdade de prática de qualquer religião, não pode levar o cardeal a reivindicar qualquer privilégio, nem qualquer estatuto de excepção. A liberdade religiosa é um princípio democrático – só existe em plenitude nos Estados laicos – e está acima dos interesses e das mordomias da ICAR, como é o incompreensível regime de excepção da Concordata...
A liberdade religiosa diz respeito a todos os crentes - católicos ou de outras religiões - , e inclusive, aos agnósticos e aos ateus.

Mais adiante afirmou:
"Outros re…

Não às ditaduras

China condena dissidente Liu Xiaobo a 11 anos de prisãoPEQUIM (Reuters) - O mais proeminente dissidente chinês, Liu Xiaobo, foi condenado a 11 anos de prisão nesta sexta-feira por pedir liberdades políticas.

Ele recebeu a pena por conta de uma acusação de subversão criticada por grupos de direitos humanos e por Washington. Liu, que completa 54 anos de idade na segunda-feira, ajudou a organizar uma petição que solicita amplas reformas políticas.

Comentário: Não há interesses que justifiquem o silêncio perante este atentado à liberdade.

Feliz Natal

Imagem
O Natal de 2009 em Portugal é vivido na refrega da maior crise financeira desde os anos 30, em plena decadência de um modelo económico que não gerou riqueza, mas que continha o desemprego.

Circulando por Coimbra, revendo antigos colegas de Liceu, encontro uma geração de quadros que trabalham em Macau, África do Sul, Angola, Madrid, Londres... A nossa cidade deixou-os partir.

O país encontra-se numa angústia de tensões a vários planos: político, social e existencial.

D. José Policarpo num discurso de aparente concórdia cita Miguel Torga, refere o ateísmo e saúda os outros monoteístas.

O Natal é um momento estruturante da nossa cultura e do nosso reencontro, com a família, com os amigos de longa data, com um reganhar de força interior para enfrentar um novo ano.
As noites mais longas do ano são o palco de orgias gastronómicas e devaneios consumistas.
Mas que não se esqueça a serenidade e a esperança que o renascer do menino, a cada ano renovado, nos deve trazer.

Bom Natal a todos!

Tragédia no Vaticano - 1 ferido

O cardeal francês Roger Etchegaray fracturou o osso do fémur devido ao incidente que ocorreu hoje na basílica de São Pedro, quando uma mulher saltou as barreiras e puxou o Papa Bento XVI, fazendo-o cair.

Oscar Mascarenhas

Imagem

Das Festividades do Solstício de Inverno …

Imagem
Monumento celta de Stonehenge, sul da Inglaterra, dedicado ao Solstício de Inverno.

Em termos bíblicos, a natividade do cristianismo surge num ambiente da mais extrema pobreza, numa espécie de estábulo, em que todos compartilhavam a mais ascética postura.
Os anunciados Reis Magos chegam mais tarde, com odoríferas e exóticas oferendas e, esse facto, mítico – como de resto toda a encenação desta natividade cristã - acabou por dominar esta quadra festiva, transformando-a, deste modo, na mais pura exaltação do consumismo.
Finalmente, e em jeito de aparte, o anunciado fim da crise veio – para alguns - possibilitar a manutenção desta tradição.

Hoje, em muitos lares deste País, reúne-se a família, impregna-se o ambiente de um volátil e efémero "espírito natalício"(?) e, paralelamente, monta-se uma grandiosa feira de inutilidades e de vaidades, especialmente dirigida às crianças – futuros consumidores. O circulo para assegurar este motu continuo consumista está montado para os tempos …

FELIZ OLHAR NOVO!!!

FELIZ OLHAR NOVO!!!
Carlos Drumond de Andrade

O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história.
O grande lance é viver cada momento como se a receita da felicidade fosse o AQUI e o AGORA.
Claro que a vida prega peças. É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais...
mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia?
Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida pro trabalho?
Quero viver bem. 2009 foi um ano cheio.
Foi cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões.
Normal.
Às vezes se espera demais das pessoas.
Normal.
A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou.
Normal.
2010 não vai ser diferente.
Muda o século, o milênio muda, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas e aí? Fazer o quê? Acabar com seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança?
O que eu desejo para todos nós é sabed…

Crianças com quem brinquei (Crónica)

Imagem
Recordo, seis décadas depois, os garotos que me acompanharam na escola primária, crianças que a vida flagelou, filhos de mães que pariam todos os anos e de pais que se emborrachavam todos os dias.

Vinham de Cairrão, do Carapito e da quinta do Ordonho, descalços e com uma côdea de pão duro. Aprendiam a ler e a escrever, decoravam os rios e as serras de Portugal, as descobertas, batalhas e outras glórias do país que lhes negava uma sopa quente e um copo de leite. Passavam o dia numa escola onde chovia, com o soalho apodrecido pela humidade e o tecto a ameaçar ruir. O vento, a chuva e a neve entravam pelos buracos das janelas onde faltavam vidros cuja substituição não cabia no orçamento da Câmara da Guarda.

A Primavera e o Outono aliviavam os corpos da dureza do clima. A chuva não fazia grande mossa, era pouca a roupa e o corpo conhecia dias piores.

Os miúdos aprendiam os cognomes dos reis e os nomes dos filhos bastardos, conheciam o esqueleto humano até ao último osso e saíam da escola a e…

Pedidos ao pai Natal

Imagem
"QUERIDO PAI NATAL, AGRADECIA QUE ME ENVIASSES UM IRMÃO PEQUENINO"
Resposta do Pai Natal: "ENVIA-ME A TUA MÃE"

Misturar alhos com bugalhos …

Imagem
As organizações de Direita, sejam elas partidos políticos, associações, fundações, etc. fazem coro na repetitiva afirmação de que a prioridade do País é o desemprego, o aumento do PIB, a diminuição do deficit orçamental, o corte nas despesas públicas, etc…
Um “chorrilho” de lugares comuns que estamos cansados de ouvir e que se acentuaram com a actual crise financeira, originária das práticas político-económicas neo-liberais, coisa que evitam referir…
Mas o elencar destas prioridades, absolutamente consensuais, não vem sozinho. Cola-se a estes clichés de vulgaridade política, o repisar de diagnósticos já feitos e refeitos, a condenação de qualquer mudança, ou melhor, do avanço no campo dos direitos cívicos, reprovando (ou exorcisando) os profanos políticos, ou cidadãos, que ousem pensar, defender ou apoiar medidas legislativas no sentido de propor os casamentos homossexuais.

Portanto, resta-nos esperar que, um dia, nos expliquem onde os casamentos homossexuais chocam, por exemplo, com …

Reserva de Governo e democracia saudável

O Presidente da República fez o que a Constituição, numa boa leitura, lhe impunha e vetou o diploma da Assembleia da República que procurava "atropelar" uma medida de gestão e política de saúde oportunamente tomada pelo Governo.

Embora cauteloso na fundamentação, fica implícito que a Presidência da República estabelece normas sobre a separação da actividade de Governo/ Administração e a actividade do Parlamento na dimensão legislativa.

É saudável e democrático que assim seja.

Mais do que um pequeno presente de Natal a Sócrates e ao Governo, tratou-se de um acto político-legislativo que cria uma "jurisprudência constitucional" que todos, designadamente a oposição, devem tomar em conta.

Associação Ateísta Portuguesa - Comunicado