Vaticano destitui bispo africano rebelde

O Vaticano anunciou ontem que retirou do arcebispo rebelde Emmanuel Milingo todas as suas funções sacerdotais.
Mesmo excomungado desde 2006, Milingo, de Zâmbia, continuava ordenando bispos, desafiando a Igreja.
A decisão anunciada ontem significa que, a partir de agora, eventuais novas ordenações não serão válidas. Milingo irritou o Vaticano em 2001, ao casar-se com uma sul-coreana.

Comentários

Lá vai surgir mais uma igreja regional...
Anónimo disse…
Milingo destituido... ao contrario dos padres envolvidos no massacre de Ruanda

Mensagens populares deste blogue

Vasco Graça Moura

Notas sobre a crise venezuelana…