Coimbra sempre do contra


Já partiram as cervejas, as louças, as bolachas... O comércio foi substituído por "franchisings" nos "shoppings", a população residente vai baixando e por fim vão levar a cimenteira.

Mas mais grave que o emprego e a fortuna é o dislate e o permanente achincalhar de tudo o que seja um dado técnico-científico.

A doutorice coimbrinha vai-nos empurrando para a irrelevância.

Comentários

Manel disse…
Caro André,
Foi a doutorice a olhar para o umbigo que levou Coimbra a este estado de coisas, onde até o shoping do outro lado do rio é um arremedo piroso da velha torre.
Foram décadas a enxotar tudo o que era técnico e produtivo para longe de Coimbra, excepção da Saúde.

Mas o pior é quando alguém como tu pensa Coimbra, logo por aí aparecem os mui doutos a falar do alto do cadeirão, e a apontarem o dedo ao ignorante fazedor.

Um abraço
manel

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita