Uma extemporânea "páscoa" madrilena...

Cartoon de Manel Fontdevila in publico.es link
“Páscoa alta, chumbo na malta...”


Este provérbio popular tem a ver com o calendário escolar… e aí conjecturam-se para páscoas tardias consequências nefastas nos exames.

Hoje, na JMJ, os jovens foram convocados para participar numa via-sacra que percorreu o coração de Madrid.
Este piedoso exercício percorreu um trajecto no centro da cidade, exibindo-se desde a Plaza de Colón até a de Cibeles, passando pelo passeio de Recoletos, no centro de Madrid.
A cidade foi confrontada com esta inusitada cerimónia religiosa, tradicionalmente pascal, na canícula de um tórrido verão.

A História examinará este novo tipo de marketing religioso tão prosélito e tão desajeitadamente enxertado numa concentração estival de jovens...

O provérbio tenta antecipar o desfecho. Nunca (a reprodução) “pascal” foi tão alta…

Comentários

Pois desde que a Religião biblico-judaico-cristã,se tornou a Religião
oficial do Império romano no tempo do Imperador Constantino,os seus
Dirigentes,adoptaram rituais, ceremonial e trajes próprios a condizer com o Poder imperial e
iniciaram a construção de luxuosas e monumentais Catedrais,para o Povo
supersticioso e crédulo ficar impressionado com o pomposo espectáculo teatral,com a riqueza de trajes de damasco e sedas,com os artifícios de prata e ouro com que a Seita Negra da Internacional Vaticana se reveste.Êles sabem que o Povo gosta de cerimónias festivas
de Procissões e Paradas Militares
e daí a Aliança da Cruz e da Espada
e na Espanha há muita gente saudosa
do clerical fascismo,assim como também em Portugal.
Mas,porém,todavia,contudo....

Com populismo e demagogia/muita mentira,verdade parece/mas em liberdade e democracia/cada Povo tem o Governo que merece.
e-pá! disse…
Excelente artigo sobre este tema - da autoria de Juan Cruz - publicado no El Pais, sábado. link

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido