Agradecimentos

 Car@s amig@s

É-me completamente impossível responder a tão numerosas mensagens que me chegam, nem mesmo, e só, às que me desejam um santo natal, apesar de nascido com pecado original, logo lixiviado pela água benta do batismo que, 79 anos depois, ainda não sei distinguir da água vulgar.

Quanto aos vídeos, se os abrisse, teria entretém até ao início do próximo ano, ainda que guardasse jejum e abstinência do sono, da leitura, da escrita e do aconchego da mucosa gástrica. Não se incomodem, vão para dentro e considerem-se abraçados ou beijados conforme o género e os usos, sem o perigo da Covid-19, porque a virtualidade protege do contágio.

Restam milhões de luzinhas a acender e a apagar no ciberespaço em árvores que viajam em sucessivos reenvios e aí vão ficar na memória de elefante da nuvem eletrónica, seja lá isso o que for.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial