Reina o TECNOSILÊNCIO

Do Palácio de Belém à Procuradoria Geral da República, das televisões ao Correio da Manha, das redes sociais à Rua de S. Caetano, de Passos Coelho a Cristas, de Miguel Relvas a Marco António, é um silêncio ensurdecedor.

Passam os dias, as semanas e hão de passar meses e anos até que seja o contribuinte a pagar as fraudes que uma cortina de fumo esconde.

Só há especialistas em Sócrates! Somos um país vesgo.

A PGR admitiu... reabrir o processo.

Comentários

josé neves disse…
Não, não há especialistas mas sim são todos especializados na papelada do caixote do lixo em que transformaram o "processo" marquês e todos, como no basket, atiram bolas ao cesto.
O diabo é que o cesto é roto e quanto mais papelada lhe atiram mais papeis de lógicas idiotas lhes caem em cima e os comprometem.
As acusações diárias de corrupções gigantescas em praticamente todos os actos decorrentes da vida normal de qualquer pessoa tornam-se um absurdo para qualquer ser pensante normal. Para os pasquins dos belmiros, dos balsemãos, dos empresários, dos angolanos, dos economistas, dos generalistas, dos à borla aos pagos, incluindo as tv mesmo do Estado, são encomendadas quase diariamente aos seus corruptos lacaios escrevinhadores interpretações eivadas de tal perversidade maldosa que são dignas de uma perseguição terrorista ao homem e mesmo de figurarem em qualquer manual da Inquisiçãpo.
Mas entende-se politica e psicologicamente. Face à corrupção organizada no BPN, outros bancos e empresários, isto é, na nata da pàfiosa gente à frente da gestão do pote os quais arrastaram uma total elite partidária de escola cavaquista para negócios corruptos ao estilo Tecnoforma, entende-se bem digo que tal nata de gente ávida de enriquecimento rápido por corrupção queiram criar uma narrativa canalizadora de todos os males do povão para cima duma figura única transformada em bode expiatório que deve ser imolado em nome do resgate e purificação exorcística dos verdadeiros corruptos.
O caso Tecnoforma é exemplar. Enviem para análise da Comissão Europeia os casos do BPN, dos submarinos, da Portucale, do Cavaco, das privatizações vendidas quase à sucapa, das PPP (vendidas pelos psd nos bancos multinacionais e compradas pelos psd nas empresas públicas-M.Albuquerque e outros)e verão como é fácil detectar fraudes gigantescas para saque de fundos europeus.
Só a nossa justiça, claro, uma vez cega anda às apalpadelas e tropeçou com a bengala em Sócrates que estava a jeito e, desde então, anda cega à bengalada com todo o staf interno e externo, ficando sem meios e tempo para outros casos que são inevitavelmente arquivados.
O problema agora, com Marcelo na Presidência, é saber como arquivar o processo do amigo e padrinho Salgado, tanto mais que o meteram como homem de mão corruptor de Sócrates, imaginem não de Cavaco, Carlos Costa, Durão e tutti incluindo jornalistas e magistrados, mas quem diria, de Sócrates.
O problema agora é como tirar Salgado do "processo" e praticar o acto de exorcismo nacional fazendo da mesma pessoa o corruptor e o corrupto?

Mensagens populares deste blogue

Os incêndios e a chantagem ao Governo

O último pio das aves que já não levantam voo