Efeméride – Há seis anos


O dia de hoje foi o último em que Joseph Ratzinger manteve o direito a usar sapatinhos vermelhos e o alvará da infalibilidade, mantendo a Santidade, o pseudónimo de Bento XVI e o direito a qualquer outro tipo de calçado.

No helicóptero que o levou, no dia 28 do mês de fevereiro de 2013, para um estágio de ex-Papa, em Castel Gandolfo, seguiu um clérigo que trocou o poder pela longevidade.

Os caminhos de Deus são insondáveis, como se diz no jargão religioso, mas os do papa jazem no hermetismo da Cúria.

Comentários

FAPP disse…
A abdicação de Ratzinger não me aquece nem arrefece! Estou mais atento para ver se o Papa Francisco vai honrar a sua promessa de tolerância zero à pedofilia protagonizada pelos eclesiásticos! Até agora temos sinais encorajadores!

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime