A FRASE

O senhor de la Palice não diria melhor!

«A agressão que ocorreu na sexta-feira podia ter degenerado numa carnificina monstruosa e é a prova recente de que temos de nos preparar para outros ataques e, assim, protegermo-nos a nós próprios».

(François Hollande, sobre o ataque falhado ao comboio entre Paris e Amsterdão)

Fonte: DN – hoje, pág. 10.

Comentários

e-pá! disse…
A adopção de uma atitude defensiva em relação ao Estado islâmico, como solicita Hollande, não vai conduzir a bom porto.

Se não existir força e determinação política para enfrentar a barbárie no seu 'ninho' (Síria e Iraque) os abnegados gestos dos 'heróis do comboio' perdem todo o sentido (apesar do espectáculo da Legião de Honra...).

Por outro lado, no campo político a Europa está a presentear a Extrema-Direita que saberá (como a História já o demonstrou) aproveitar as gritantes fragilidades que se verificam e cavalgar o galopante clima de insegurança que se avizinha...
Jaime Santos disse…
As intervenções militares ocidentais naquelas paragens num passado recente não trouxeram nada de bom, de facto contribuíram para o aparecimento do Daesh, vide na Siria, Libia, Iraque. Atualmente, a Turquia esta a usar a sua adesão a aliança anti-Daesh para atacar os Curdos, inimigos desta mesma organização. So um apoio material considerável as organizações laicas que combatem o Estado Islâmico e uma aliança tácita com os Governos de Damasco e Teerão poderá vencer os fundamentalistas e isso a prazo. O Ocidente, com os EUA a cabeça, tem apoiado maioritariamente os Sunitas quando estes são de longe a fação de onde emergem os movimentos mais radicais...

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …