UM FEITO GLORIOSO DA NOSSA HISTÓRIA

Passam hoje exatamente onze anos sobre um dos feitos mais gloriosos da nossa Marinha. Em Agosto de 2004, um navio – que ficou para a História como “Barco do Aborto”- tripulado por mulheres pertencentes à associação subversiva “Women on Waves”, que propagandeava a legalização da interrupção voluntária da gravidez, ameaçava invadir as nossas águas territoriais.

Porém, a ameaça foi heroicamente repelida pelo então ministro da Defesa, Dr. Paulo Portas, que enviou um navio da Armada para impedir a invasão. As nossas forças saíram vitoriosas!

Depois, à cautela, o Dr. Portas comprou uns submarinos, a fim de ficarmos mais prevenidos contra futuras ameaças do género.

Lamentavelmente, o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, dando razão ao vício contra a virtude, veio mais tarde a condenar o Estado Português por ter proibido a entrada do barco nas nossas águas territoriais.

Seja como for, ficou salva a honra da Pátria! O Dr. Paulo Portas ganhou um lugar na História, ao lado de D. João de Castro e Afonso de Albuquerque! Merece ir para o Panteão. Já!

Comentários

Fez o competia a um guerrilheiro da Senhora de Fátima, vestido de ministro da Defesa.

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

A desmemória e a dissimulação