Passos Coelho e a Assembleia da República

Quem diria que um político medíocre, de débil formação democrática, prestaria ao País e à democracia um tão elevado serviço.

Ao votar contra descida da TSU acaba por reconhecer que as maiorias se formam na AR e que um governo do PSD, com apoio do BE, PCP e PEV, seria tão legítimo como é o atual.

Obrigado, Passos Coelho.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …