Trump e o Irão

Depois do cobarde e criminoso assassinato de um general iraniano ordenado pelo louco dos EUA, a teocracia iraniana atacou uma base americana  onde morreram 80 soldados americanos.

O funeral da vítima, um algoz pouco recomendável, criou um herói e o estado de espírito para a retaliação.

A tragédia vem a caminho.

Coimbra, 8 de janeiro de 2020, às 00H05.

Apostila - não se confirmaram os mortos referidos. A minha passagem pela guerra e a experiência de vida deviam ter-me alertado para o risco de aceitar como boa a contrapropaganda iraniana. Peço desculpa aos leitores. 13H45.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?