Erros previsíveis nas próximas eleições presidenciais

1 – Admitir que o voto em Marcelo possa ser favorável ao PS ou a António Costa;


2 – Aceitar que Marcelo possa representar quem quer que seja à esquerda do PSD.


3 – Pensar que o voto em Ana Gomes seja um voto contra António Costa e/ou a favor do ressentido grupo conservador de Francisco Assis, erro que a própria, pela sua inteligência, não cometerá;

   

4 – Pretender que António Costa, muito mais inteligente do que Cavaco Silva, em vez de apoiar Marcelo, arriscasse a derrota do PS (quando até Cavaco mandou votar Mário Soares) e apresentasse uma candidatura que, fosse qual fosse, dividiria o PS. 

Comentários

Jaime Santos disse…
Discordo do ponto 4. Costa nada arriscaria se apresentasse candidato próprio e a candidatura de Ana Gomes já está a dividir o PS e de que maneira. Costa não afrontaria certamente Marcelo se o candidato do PS fosse alguém com perfil conciliador, ao estilo de Sampaio da Nóvoa, corre um risco muito maior com a franco-atiradora Ana Gomes, muito embora ela não seja Defensor de Moura e Marcelo não seja Cavaco (de recordar o discurso ressabiado de vitória de Cavaco em 2011, perfeitamente acintoso para as Esquerdas).

Costa nada ganha com a vitória de Marcelo, vide pontos 1 e 2. Acho preferível uma derrota honrosa a uma fuga ao combate...

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?