quarta-feira, junho 08, 2005

Vamos combater a crise 5

Passou pelo meu email, um texto que gostaria de partilhar convosco.

"Caro Sr. Primeiro-Ministro :

Venho por meio desta comunicação manifestar meu total apoio ao se esforço de modernização do nosso país. Como cidadão comum, não tenho muito mais a oferecer além do meu trabalho, mas já que o tema da moda é Reforma Tributária, percebi que posso definitivamente contribuir mais.

Vou explicar: Na actual legislação, pago na fonte 31% do meu salário (20 para o IRS e 11 para a Segurança Social).

Como pode ver, sou um cidadão afortunado. Cada vez que eu, no supermercado, gasto o que o meu patrão me pagou, o Estado, e muito bem, fica com 19% para si (31+19P). Sou obrigado a concordar que é pouco dinheiro para o governo fazer tudo aquilo que promete ao cidadão em tempo de campanha eleitoral. Mas o meu patrão é obrigado a dar ao Estado, e muito bem, mais 23,75% daquilo que me paga para a Segurança Social. E ainda 33% para o Estado (50+23,75+336,75).

Além disso quando compro um carro, uma casa, herdo um quadro, registo os meus negócios ou peço uma certidão, o Estado, e muito bem, fica com quase metade das verbas envolvidas no caso. Minha sugestão, é invertermos as percentagens. A partir do próximo mês autorizo o Governo a ficar com 100% do meu salário.

Funcionaria assim: Eu fico com 6,75% limpinhos, sem qualquer ónus mas o Governo fica com as contas de:

- Despesas Escolares,
- Seguro de Saúde,
- Despesas com médicos,
- Medicamentos,
- Materiais escolares,
- Condomínio,
- Água,
- Luz,
- Telefone,
- Energia,
- Supermercado,
- Gasolina,
- Vestuário,
- Lazer,
- Portagens,
- Cultura,
- Contribuição Autárquica,
- IVA,
- IRS,
- IRC,
- Imposto de Circulação
- Segurança Social,
- Seguro do carro,
- Inspecção Periódica,
- Taxas do Lixo, reciclagem, esgotos e saneamento
- E todas as outras taxas que nos impinge todos os dias.
- Previdência privada e qualquer taxa extra que por ventura seja repentinamente criada por qualquer dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Um abraço Sr. Primeiro-Ministro e muito boa sorte, do fundo do meu coração!

Ass: Um trabalhador que já não mais sabe o que fazer para conseguir sobreviver com dignidade.

PS: Podemos até negociar a percentagem!!!"

6 Comments:

At quarta jun 08, 11:34:00 da manhã, Anonymous noémia salgado cunha said...

Recebido por e-mail:

Os Administradores do banco de Portugal também apertam o Cinto 60
viaturas novinhas - Faz deste povinho Estúpido
Estando nós habituados a ver o Dr. Vitor Constâncio a defender, dia sim
dia não, a contenção da massa salarial, em especial a dos funcionários
públicos, e tendo sido que o Governo decidiu que os assalariados que
auferem de salário mínimo só podem ter aumentos equivalentes a uma bica por
dia de trabalho efectivo, não deixou de ser uma feliz coincidência saber
que os administradores do Banco de Portugal também apertam o cinto.
Pois, apertam o cinto de viaturas novinhas em folha: o governador, Vítor
Constâncio, teve direito a um BMW 530 D, no valor de 67400 euros (13400
contos). Para dois administradores foram um Saab Sport Sedam 2.2, no valor
de 37 mil euros (7400 contos) e um Volvo V40 1.9D, de 36730 euros(7363
contos). E para que o motorista do Dr. Vitor Constâncio não se sentisse
diminuído também levou um Peugeot 206 color line.
No Banco de Portugal existem 56 viaturas atribuídas para 1794
funcionários, o que dá um carrinho por cada 32 almas. O mesmo rácio
aplicado à DGCI implicaria que esta disporia de um parque com nada menos
que com 406 viaturas, o que agora dava um jeitão para cumprir as últimas
ordens do senhor ministro a, e ir a correr atrás de todos os que devem
impostos a ver se davam um remendinho no buraco orçamental. E se aplicado
aos 700.000 funcionários públicos isso implicaria que o Estado deveria ter
qualquer coisa como 21.875 viaturas, o que dava ocupação à Ford Europa por
uns tempinhos.
Ao que parece, o Banco de Portugal dá o exemplo de uma forma original:
quem parte e reparte e não fica com a melhor parte ou é estúpido ou não tem
arte. E o Dr. Vitor Constâncio que há uns tempos aumentou o seu próprio
vencimento, de estúpido não parece ter mesmo nada, podia era andar um pouco
mais calado.
Parabéns Dr. Vitor Constâncio!

 
At quarta jun 08, 12:39:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

podemos acrescentar as viaturas compradas pelos senhores juizes do Tribunal Constitucional que gastaram em Nobemvro de 2004 quase meio milhão de contos em caros para suas excelências que não podiam andar com o cú sentado em carros de 7 e 10 anos.

 
At quarta jun 08, 12:53:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

É escandaloso o uso de carros tão caros por parte dos titulares de cargos públicos.

Onde está a legitimidade para pedir sacrifícios aos cidadãos?

 
At sexta jun 10, 05:11:00 da tarde, Anonymous desanimado said...

isto já aconteceu na URSS e não funcionou lá muito bem ...

 
At domingo jun 12, 10:48:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

mas olhem que isto tava quase la "URSS".........quão semelhante é a realidade

 
At quarta mar 07, 01:09:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Where did you find it? Interesting read nude pregnant porn pregnant stretch pussy braun silk epil hair remover side effects levaquin dentist rocky hillct Area rugs by color Child cancer facts fetish pregnant

 

Enviar um comentário

<< Home