Vasco Gonçalves

Não há divergências ideológicas que ofusquem a figura do revolucionário, patriota e homem de bem que foi Vasco Gonçalves.

Ícone maior da Revolução de Abril, com o seu desaparecimento Portugal perde uma referência de quem suscitou os ódios mais inclementes, as calúnias mais torpes e os afectos mais profundos.

A morte de Vasco Gonçalves, ocorrida hoje, deixa uma amarga saudade de quem foi um actor privilegiado das mudanças profundas ocorridas no Portugal de Abril.

Até sempre, companheiro Vasco.

Carlos Esperança

Comentários

desanimado disse…
Lembro-me que o PS andava em pânico com o Vasco Gonçalves. Lembro-me também que foi o PS o escolhido pelo "Ocidente" (EUA) para fazer frente ao Vasco. Sei também que agora, ninguém faz frente aos EUA. Cada vez se está pior, mas o respeitinho é muito bonitinho. Excepto para Soares, que deve ter tido um ataque de remorsos. Quanto ao resto : nada. Batista nem sabe onde ficam os EUA !
Mano 69 disse…
Concordo com o desanimado!
Carlos Esperança devia perguntar ao seus camardas de partido quem foi e o que fez, ao partido e ao país, o gajo da muralha de aço.
Anónimo disse…
"E este parte....
E aquele parte...
E todos...todos se vão..." (???)

A nostalgia de um momento... a nostalgia de um país sonhado ... talvez esquecido?

Apetece gritar:
" Quando eu morrer batam em latas,
Rompam aos saltos e aos pinotes,
Façam estalar no ar chicotes,
Chamem palhaços e acrobatas!
Que o meu caixão vá sobre um burro
Ajaezado à andaluza...
A um morto nada se recusa,
E eu quero por força ir de burro!"

25 DE ABRIL SEMPRE E PARA SEMPRE....

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A desmemória e a dissimulação

Miranda do Corvo, 11 de setembro