Façam-lhe justiça

Manuel Machado, espírito que atormenta ainda muitas mentes, no final do seu mandato afirmava que para haver co-incineração era necessária uma licença e que o seu executivo não a emitiria. Carlos Encarnação, depois de fazer uma campanha para as autárquicas e para as legislativas com esse processo como arma de arremesso, vem agora dizer o que já se sabia.
E por falar em Manuel Machado, independentemente dos erros que cometeu, nunca permitiu um endividamento irresponsável da autarquia, muito menos em obra feita.
O mesmo Manuel Machado que garantiu nunca viabilizar nenhum empreendimento imobiliário caso a Estaco fosse encerrada. E é o que se vê...
Chegados aqui apetece perguntar se um homem que se afastou da vida política activa, que soube aceitar a sua derrota democraticamente, não merece que a cidade tenha para com ele uma atitude diferente?
Não nos esqueçamos que 90% das obras agora apresentadas por Carlos Encarnação foram por ele projectadas e por ele garantidas de financiamento.
Os outros 10 % são o estádio de Taveiro e o Eurostadium ( diferenciar da remodelação do Estádio Municipal de Coimbra).

Comentários

mig oliv disse…
Manuel Machado foi e será a grande marca do PS no desenvolvimento de Coimbra.. não há quem.

contra tudo e contra todos..
com ele não houve clientelas nem favores ao Amorim...

Tinha um mau feitio.. ninguém é perfeito... quem perde?
mig oliv disse…
Pena os srs das sondagens ou os seus idiotas terem omitido o nome do Manuel Machado... estou certo que teriam uma grande surpresa....

recordam-se de uma sondagem realizada pelo Diário de Coimbra em 1997/1998?.. Machado era a segunda/terceira figura que os conimbricenses identificavam com a cidade logo atrás de Inês de Castro...
Gravatas disse…
Afinal o Manuel Machado era bom em alguma coisa... era um excelente técnico de CAD. Tanto que ele projectou...

Continuam, como verdadeiros socialistas que são, a ver o fácil.

No tempo do técnico de CAD no norte do concelho, e muitos outros lugares, cagava-se para a fossa... agora também mas isso agora está a mudar.

Mas estas obras interessavam pouco... eram debaixo da terra e lá já estavam muitas cabeças!
Anónimo disse…
Em vários locais desta cidade, bem perto da residência do M.Machado, ainda se caga para as fossas.
Anónimo disse…
O Machado ao pé do batista é um senhor!
Bonsai disse…
O tempo tudo cura, até os ódios de estimação. É exactamente esse tempo, muito ou pouco, que irá fazer de Manuel Machado o melhor Presidente de Câmara que Coimbra teve, apesar das críticas que lhe fazem. Com algumas até concordo; com outras é uma profunda injustiça.
eliana pinto disse…
Concordo com o último post.
De facto no tempo de Machado ainda se "cagava " para as fossas, mas antes dele lá chegar "cagava-se" na beira da estrada porque nem fossas havia.
Manuel Machado, goste-se ou não, foi O Grande Presidente e o tempo dar-lhe-á razão.
Impoluto. Com carácter. Trabalhador. Com uma ideia de interesse público como mais ninguém tem no PS. Eis Manuel Machado.
Anónimo disse…
O Povo tem memória curta.
Anónimo disse…
ATRAS DE MIM VIRÁ QUEM DE MIM BOM FARÁ....

certamente que este pensamento tem passado pela cabeça do M Machado nos últimos dias...
Anónimo disse…
"Prédio construído em zona verde"

As responsabilidades, segundo a Câmara de Coimbra, devem ser assacadas a quem aprovou, em 1995, o loteamento Jardins do Mondego

A urbanização Jardins do Mondego ocupa uma área que está classificada no Plano Director Municipal (PDM) de Coimbra como “zona verde de uso público”. Além de um arruamento e vários pisos de estacionamento, foi também construído um edifício de habitação (com seis pisos) numa espécie de “corredor verde”, com cerca de 500 metros quadrados, que pretendia ligar o Jardim Botânico de Coimbra ao actual Parque Verde do Mondego, confirmou ontem o vereador da Administração e Gestão Urbanística, João Rebelo, a propósito da urbanização em que o Diário de Coimbra denunciou a construção ilegal de um 8.º piso em cinco torres (edição de 3/4/2005).
João Rebelo garantiu que o executivo municipal a que pertence não tem responsabilidades por aquele tipo de ocupação, ao lembrar que o loteamento em causa foi aprovado em 1995, pela Câmara e Assembleia Municipal de Coimbra. E desde essa altura, acrescentou o vereador, a autarquia não autorizou alterações à localização do edifício de habitação que está em cima da zona verde, no extremo norte da urbanização, junto ao prédio onde está instalada a 1.ª Repartição de Finanças de Coimbra.



Falta de memória

Questionado sobre se, na proposta da empresa Quinta do Junqueiro S.A. aprovada em 1995, o edifício em causa estava em cima de zona verde, o anterior presidente da Câmara de Coimbra, Manuel Machado, não foi peremptório. «Não devia estar», respondeu o socialista, antes de se referir ao «acordo de urbanização» firmado com o empresário Emídio Mendes, «em 94 ou 95», segundo o qual este cedeu ao município, «gratuitamente», os terrenos do Parque Verde do Mondego e da Avenida da Lousã.
O ex-vereador João Silva, que tinha as actuais funções de João Rebelo, durante a presidência de Manuel Machado, disse não estar em condições de prestar esclarecimentos sobre o assunto: «Não me consigo recordar», disse.
DCoimbra, 14.04.2005

O MACHADISMO NO SEU MELHOR! VIVA M.MACHADO.
Anónimo disse…
..já repararam que em Lisboa e no Porto (e outras autarquias) os novos poderes puseram-se a remexer no passado.. e em Coimbra o que descobriu o PSD? depois de tantos anos à frente da Autarquia o que descobriu o PSD sobre a gestão de Manuel Machado?? o que foi feito da dita auditoria que queriam fazer às contas da gestão socialista??

Encarnação já meteu mais água em 3,5 anos do que Machado em 12...

essa é que é a verdade que deveria orgulhar os PS's
Anónimo disse…
ESCLARECIMENTO:
EM 1995 NÃO ERA JOÃO SILVA O VEREADOR DAS OBRAS. ERA O ACTUAL GOVERNADOR CIVIL, HENRIQUE FERNANDES.
PARA SORTE DA EDUCAÇÃO HENRIQUE FERNANDES NÃO TUTELOU AS ESCOLAS NO MUNICÍPIO DE COIMBRA, ATÉ PORQUE SERIA MUITO MAIS PROTECTOR...DO...ENSINO ...PRIVADO!
PERQUISEM ...

Mensagens populares deste blogue

Vasco Graça Moura

Notas sobre a crise venezuelana…