Portugal com défice excessivo

É a primeira vez que a Comissão Europeia vai abrir pela segunda vez um processo por défice excessivo a um dos seus membros. Da primeira sabemos como o PSD, na ânsia de comprometer o melhor primeiro-ministro português do último meio século, se esforçou para obter a sanção de Bruxelas.

Agora, infelizmente, as notícias são piores e a situação mais dramática. O défice é maior, sem que os vencimentos congelados aos funcionários públicos ou a venda do património tenham conseguido suster o descalabro.

O comissário Joaquin Almunia, membro da comissão presidida por Durão Barroso, anunciou já os processos por défice excessivo a Portugal e à Itália, fazendo parte de um grupo que incluirá ainda a França, a Alemanha e a Grécia.

Como se sentirá o presidente da União Europeia a castigar um País pelos desmandos do Governo a que ele próprio presidiu, depois de ter sobrevivido à custa da permanente censura ao Governo que o precedeu?

O pior de tudo é a herança desgraçada que coube ao Governo do PS e que Portugal tem de suportar.

Comentários

José Viriato disse…
São os politicos do sistema.
Vendidos à Europa.
Mano 69 disse…
Isto deve ser sina.
Então não é que o governo herdou o mal e a incompetência.
Por outro lado “quem herda herda, quem não herda…”
Anónimo disse…
Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. » »
Anónimo disse…
Best regards from NY! »

Mensagens populares deste blogue

Vasco Graça Moura