É preciso muito azar

Ao ler este caso fico sem perceber se houve excesso de zelo da PSP ou se o indivíduo só funciona a álcool. Ser detido 2 vezes no espaço de 3 horas, acusando na segunda menos 37 gramas de álcool no sangue dá-me, contudo, mais a ideia de que o sujeito tem mesmo azar. Estou convencido que se não tivesse juízo e às 7,50 horas do mesmo dia fosse apanhado pela polícia ainda acusaria valores superiores a 0,5.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vasco Graça Moura

Notas sobre a crise venezuelana…