Jornalismo ou alarmismo?


Quem tivesse passado ontem por um escaparate de jornais, certamente juntaria às suas legítimas preocupações o medo que tolhe a razão e a angústia que dilacera a esperança.

A informação converte-se num veículo de intimidação de uma sociedade já assustada.






Comentários

Lúcio Ferro disse…
A situação é extremamente grave. E, estou em crer, em situações de gravidade excepcional como esta, o medo é melhor do que assobiar para o lado. É isso ou ver as pessoas a juntarem-se, como tenho visto da janela da minha rua, a fazerem de conta que não é nada e em menos de nada estamos ou italianizados ou espanholizados, algo que não me parece eficaz. Portanto, por uma vez, acho bem que os mídia estejam a incutir medo.
Cumprimentos
Unknown disse…
A falta de material, a ser verdade, é só em Portugal como insinua o jornal "I"?
Basta ver o que se passa nos outros países, como os Estados Unidos, por exemplo!
Cambada de irresponsáveis, para não dizer terroristas!...

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime