Estado da Nação: à margem do debate…

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, garantiu hoje que o Governo «não está nesta altura a preparar qualquer aumento de impostos» e que recusa «pôr porcaria na ventoinha para assustar os portugueses»link (sublinhados nossos)

Nesta altura, definitivamente, não são relevantes os aumentos de impostos. Há tempo para engonhar. A ver vamos quando aparecer à luz do dia o OGE para 2013.

Quanto a imagem da ventoinha teria sido mais contundente usar a expressão vernácula. A ‘imagem’ original é atirar ‘merda’ para a dita. Só que, nesta altura, a ventoinha estará a servir para secar a água que o Governo anda a meter, nomeadamente, no que se refere à execução orçamental link. O resto (a referida ‘porcaria’) aparecerá mais cedo do que o esperado (pelo Governo).
E o ‘susto’, independentemente ventilador, não dissipa com o exercício de uma recorrente chicana política.

Comentários

Chi cana?
Já não bastava o muro no méxico
e as chicanas con tinuam a pulá-lo?
épá sele dissesse as berdades

o pessoal emigrava até para o Haiti
e gastámos nós 500 mil euros para tirar os putoguesses de lá...

aquilo é um pays de oportunidades con parado cum iste

os doentes em greve vão aos magotes ao Hospor
a fila já sai do hospital...e são 18h24 minus
atão o a pagão...já leva 25% de IVA

de IRS deve vir uns 33% em cima dos juros....
cê vai deixar de jogar na bolsa?

inda tá em greve nas Bahamas?
bolas e logo hoje que o puto do anestesista tirou 185 em matemática

mais um médico a caminho
palpita-me que este vai ser um greve free...

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime