Assunção Cristas

Quem foi capaz de aprovar a resolução do BES, sem conhecer o dossiê, só porque uma colega, Maria Luís, lhe pediu, e se julga apta a acusar o primeiro-ministro de falta de sentido de Estado, lembra um príncipe saudita a falar de direitos humanos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A desmemória e a dissimulação

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido