A religião, a política e a ressurreição

A ressurreição é uma crença mitológica que o Credo romano acolhe e muitos perfilham, e quem se considera um enviado de Deus, com um desígnio racista, xenófobo e fascista, está mais próximo da psiquiatria, ou de um caso de polícia, do que da fé.

A ressurreição é improvável, mas, em política, surgem avatares de demónios extintos, e a falta de memória é a tragédia que permite, como farsa, a repetição a História.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime