Públicas virtudes, vícios privados...

Comentários

jrd disse…
Eu diria antes que os vícios são públicos e as virtudes é que são privadas. Só eles é que acreditam nelas...

Um abraço
Anónimo disse…
Arbeit macht frei
e-pá! disse…
Os religiosos "legionários" - nomeadamente o seu pré-beatificado fundador -, as actividades da dita "seita", as cumplicidades do Vaticano e da hierarquia católica em toda esta infame aleivosia, etc., fazem-me recordar uma peça de teatro que, há uns anos, foi levada à cena pelo Teatro da Cornucópia, com marcado êxito.

Lembram-se de:

...E NÃO SE PODE EXTERMINÁ-LO?
.
Pai de Familia disse…
Mais uma infâmia contra a Igreja.

Mas que bela campanha, sim senhor!

Só mentiras, para enfraquecer a Igreja na sua luta contra a agenda destruidora dos mais altos e sagrados valores da Vida e da Verdade.

Não nos vencerão!

Não nos calaremos!

Vamos desmascarar os infames hereges mentirosos, pois a nossa Luta pela Verdade e pela Vida é a nossa razão de existir.

O que não nos mata torna-nos mais fortes, e a Igreja sairá reforçada após a vitória sobre mais uma ofensiva persecutória por parte dos cultores da morte e inimigos da Vida.

É a nossa história. Perseguidos, humilhados, vítimas da infâmia, da mentira e do mais repugnante anti-clericalismo.

Gozai, pois, agora.

Depois, será a nossa vez.

Mensagens populares deste blogue

Vasco Graça Moura

Notas sobre a crise venezuelana…