Execuções

Segundo revela a Amnistia Internacional, em 2015 foram executadas 1634 pessoas, mais 573 do que em 2014, o que representa o maior número desde 1989.

Excluindo a China, a Arábia Saudita, o Irão e o Paquistão somaram 89% de todas as execuções.

À crueldade do seu deus juntam a demência do seu clero.

Comentários

Jaime Santos disse…
Olá Carlos, Pois, mas como bem diz, aos teocráticos Países junta-se ainda a Ateia China. Isto de ter confissões de Estado só pode dar em asneira...
Jaime Santos:

Por isso eu digo ( e sou ateu) que o Estado deve ser neutro. A Albânia foi um Estado 'oficialmente' ateu e tão perverso como qualquer obscura teocracia. Podia citar Mao, Estaline. Pol Pot ou, do outro lado, Franco, Pinochet, Mussolini ou Videla.

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …