Era assim na ditadura

  
A moral e a ditadura

Há entre a pulsão repressiva das ditaduras e o respeito pelos direitos individuais, próprio das democracias, um abismo.

Será certamente perigoso atribuir à moral um desígnio que ultrapasse a simples ciência dos costumes, mas é de uma enorme ingenuidade ignorar as provocações que se fazem à liberdade em nome da tradição e dos ‘bons costumes’.

Há uma memória, sinistra e longeva, eivada de misoginia, que o algoz de Santa Comba Dão se esforçou por preservar. Só depois dele a carmelita Lúcia sentiu a necessidade de pedir a Marcelo Caetano que não autorizasse vestidos curtos e sem mangas. A santidade exige vigilância nos costumes, vigilância que não passa despercebida dentro das grades do Carmelo nem dos próceres das ditaduras.

O salazarismo zelava pela moral e pelos bons costumes.

Comentários

e-pá! disse…
Este decreto-lei - concebido há 75 anos - não andava muito longe da concepção actual dos islamitas para os 'burkinis'...

Estes mesmos legisladores no seguimento destas púdicas virtudes não hesitaram em protagonizar, por exemplo, os episódios que ficaram conhecidos por 'ballet rose'.

É o lema: "secretos vícios, públicas virtudes"...

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975