Aparições marianas na Bósnia-Herzegovina


Há trinta anos começou a ser fabricado na Bósnia-Herzegovina um milagre capaz de desviar uma parte importante da clientela de Fátima.

«Olhai a Virgem» ! O negócio nasceu em 24 de Junho de 1981, segundo a revista «Le Monde des Religions (N.º 50 – Novembro/Dezembro de 2011). Duas adolescentes em férias, na recôndita aldeia de  Medjugorje, viram a eterna virgem, «uma mulher muito bela com uma criança nos braços». Mais tarde juntar-se-iam mais quatro adolescentes que elevaram o número de videntes para seis.

Nestes trinta anos o negócio da fé transformou a obscura aldeia num auspicioso centro de negócios onde rumam cerca de um milhão de devotos por ano. E toda a gente enriquece, incluindo os videntes.

Seria fastidioso descrever as relações do Vaticano com a Ustashe, os crimes dos croatas católicos contra os cristãos ortodoxos e a luta no seio da ICAR, com os franciscanos a desobedecerem a Roma nos anos 60 e a cimentarem o seu poder com a virgem da sua autoria.

Em terra mais dada a guerras étnicas do que à fé surgiu a visita da suspeita do costume – a Virgem Maria, mãe de Jesus por via baixa e virgem por alta decisão de Pio IX. Foram seis os videntes a quem a Virgem (dada ao suspense) confiou 10 segredos. Onde é que este filme já foi exibido? Na Jugoslávia comunista nada mais eficaz contra a ditadura ateia do que uma ditadura celeste. E a Croácia com o seu catolicismo agressivo viu no «milagre» o apoio divino à sua independência num enclave croata em terras bósnias.

A Renovação Carismática está muito empenhada no reconhecimento das aparições, tal como os franciscanos que as engendraram contra o Vaticano e o bispo da época que os desapossou de várias paróquias que dominavam. No 30.º aniversário das pias aparições uma enorme bandeira croata, e não bósnia, cobriu a fachada da igreja de S. Jacques.

O Vaticano não vai perder a fonte de receita de um embuste metodicamente construído ao longo de trinta anos. Até já há a cura de uma italiana, Diana Basile, que sofria de esclerose em placas…e, além disso, Nossa Senhora de Medjugorje declarou: "O que iniciei em Fátima vou terminar em Medjugorje: o Meu Imaculado Coração triunfará", não se esquecendo de recomendar: missa, confissão, bíblia, terço e jejum, cinco actos que enchem de gozo o seu divino filho.

Nota: O ex-director espiritual dos videntes, franciscano Tomislav Vlasic, que encarou o enredo como «difusão de doutrina duvidosa, manipulação de consciências, misticismo suspeito, desobediência às ordens legítimas» foi reduzido ao estado laico em 2009.

Ponte Europa / Sorumbático

Comentários

e-pá! disse…
Nestas coisas de aparições a antiguidade é ainda um posto (como se diz na gíria militar).
Está encontrada a razão para o apuramento de Portugal no Europeu de Futebol: as novas videntes não estão treinadas a "encomendar" milagres...
Antonio disse…
É longe, para ir a pé.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?