Goldman guys


Os problemas vividos pela Grécia e Itália são, como é fácil de observar, distintos. Todavia, os desenvolvimentos mais recentes mostram alguns pontos de contacto - ou coincidências - no domínio político.

Ambos os países têm, presentemente, governos dirigidos por tecnocratas (Mario Monti [Itália] e Lucas Papademos [Grécia]) que não passaram pela triagem do escrutínio popular. Nasceram de acordos internos, pressionados pelos “mercados” e com a benção do directório europeu (Merkozy).

Ambos são professores de Economia aparentemente desligados de actividades partidárias mas que desempenharam – num passado recente - importantes funções em instituições da UE.

Ambos têm vastos curricula onde existe um denominador comum: trabalharam para a Goldman Sachs (link , link). Por mera coincidência, com certeza.

Comentários

e-pá! disse…
Posteriormente a publicação deste post Le Monde link vasculhou este assunto acrescentando aos 2 chefes de Governo (Grécia e Itália) mencionados um outro personagem europeu também oriundo da Goldman Sachs: o governador do Banco Central Europeu - Mario Draghi.
andrepereira disse…
A Goldman governa a Europa...

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime