UE: Interrogações sobre Tratados, convenções, acordos, memorandos, etc.

A porta-voz da Comissão Europeia, Annika BretHart, afirmou ontem (5) que, segundo o Tratado de Lisboa, a qualidade de vida nos países membros da zona do euro não pode ser extinta.
Esta afirmação foi feita durante uma coletiva de imprensa. Ao responder à pergunta de que, se seria possível a Grécia se retirar da zona do euro, Annika BretHart respondeu com as supracitadas palavras na ocasião...” link.

Quando a dupla Merkel & Schauble se entretêm a ‘ameaçar’ especificamente a Grécia e, colectivamente, a generalidade dos Países da UE com a ‘obrigatória’ prossecução de políticas de austeridade  que baptizaram de ‘reformas estruturais’ e de 'resgates' e mais não são do que a imposição de uma implacável e cega ‘disciplina orçamental' em detrimento de uma verdadeira ‘união económica e financeira’, não estão implicitamente a atacar o que a porta-voz da Comissão Europeia Annika Breidthart (e não Annika BretHart) define como ‘qualidade de vida’?

O empobrecimento compulsivo através do confisco de salários e de reformas, dos ‘enormes’ aumentos de impostos, do envio de milhões de cidadãos para o desemprego não determina uma gritante perda de ‘qualidade de vida’?

Quando – como sucedeu na Grécia – se ‘envia’ um quarto da população para o trágico campo da pobreza não existe uma grosseira violação do estipulado no citado Tratado de Lisboa?

Comentários

Ricardo Amaral disse…
Porque será que tenho a sensação(desde 2011)que nos andam a entreter com belas palavras(dos tratados e não só)quando o que vale na realidade é a política germanica??

Mensagens populares deste blogue

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Nigéria – O Islão é pacífico…

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …