Os boches, as chouriças dos mesmos e os outros

Eu adorava as chouriças de boches, quando estes era de porcos cridos à pia, sabores de antigamente cujas fragrâncias se colaram à memória e me remetem para a infância. São lembranças que se associam à bula que era preciso comprar para degustar vísceras, que os temperos tornavam deliciosas, e exonerar do pecado refeições de carne, à sexta-feira.

Ainda hoje considero o porco o animal de excelência para o palato, por alguma razão as religiões do livro o execram, do presunto ao lombo, do focinho ao rabo, das orelhas aos pés, num aproveitamento pleno de que a culinária tira partido.

Falo dos porcos das aldeias da Beira, daqueles que anunciavam o Ano Novo a escorrer, dependurados, e eram convertidos em enchidos que pingavam do fumeiro, de onde se cortava o nagalho da chouriça de boches, do bucho ou da bexiga que chegavam à mesa.

Havia outros boches, de outras latitudes, apreciados nos círculos do poder salazarista e de que se falava em surdina durante a última guerra. Pareciam ter desaparecido com a vitórias dos aliados. Eram feios e maus.
Hoje, parece que ressurgem boches, destes últimos, cujas vísceras se reduzem ao fígado e segregam bílis, sem utilidade culinária, capazes de envenenar o ambiente e chantagear os povos com a sua arrogância, maldade e espírito vingativo.

Há um boche, incontinente verbal, ressentido e vingativo, que me provoca especial azia. E nem para chouriças serve.

Comentários

Manuel Galvão disse…
O ressentimento e o desejo de vingança são impulsos irracionais. Não me parece que o senhor Schäuble esteja motivado por sentimentos irracionais. Não lhe dou esse benefício da dúvida.
Manuel Galvão disse…
O homem quer é ganhar e dar a ganhar dinheiro a quem negoceia em dívida portuguesa...
andanças disse…
ASSINO POR BAIXO... HA UM DITADO POPULAR QUE DIZ...

.. SE DEUS O ASSINALOU ALGUM DEFEITO LHE ENCONTROU....

ASSINALADO NA CADEIRA DE RODAS ESTÁ... É PORQUE TEM DEFEITOS SEGUNDO DEUS

LUCIANO LEAL

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita