50 €€ mensais

Se o sindicato dos motoristas de matérias perigosas não chega a acordo com a Antram, como refere o próprio sindicato, já não é uma reivindicação que está em causa, é uma humilhação aos sindicatos que assinaram o acordo com a entidade patronal.

O simbolismo com que pretendem marcar a diferença é uma provocação aos que, de boa fé, levaram ao máximo o que julgaram poder exigir, e conseguiram obter.

Isto já não é sindicalismo, é guerrilha inconsequente a roçar o terrorismo sindical, numa tentativa de branquear uma derrota que a imprudência e incorreta avaliação de forças permitiu.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Insurreição judicial

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime