PARDAL HENRIQUES – o óbvio e ululante…

O porta-voz do sindicato dos motoristas de matérias perigosas – o advogado Pedro Pardal Henriques - vai ser candidato a deputado, nas próximas eleições legislativas de 6 de Outubro, pelo Partido Democrático Republicano (PDR) dirigido por Marinho Pinto link.
 
É óbvio que Pardal Henriques tem todo o direito de escolher partido e concorrer a eleições. Esse é um direito constitucional.
 
Mas o ululante é entendermos como este dirigente dos motoristas se esforçou por desencadear uma imprudente greve, sem reunir o mínimo de condições objetivas, a pouco mais de 1 mês das eleições e devemos ficarmos sentados para ouvir as justificações que, monocordicamente, debita para os órgãos de comunicação social.
 
As coincidências são por vezes muito ruidosas, muito ao estilo de Nietzsche, isto é, frequentemente tendem a encobrir acontecimentos silenciosos.
 
Para deslindar, e para futuro, seria necessário tentar perceber qual o papel de um ‘sindicalista da nouvelle vague’ estribado num partido liberal (na Europa) e populista (em Portugal).
 
Já estivemos mais longe de entender o filme que temos assistido nas últimas semanas. Nós os portugueses e em concreto – espero bem – os motoristas de matérias perigosas…
 
Apetece gritar: "Rebeubeu, pardais ao ninho"!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime