31 de Janeiro


Como forma de assinalar, neste dia 31 de Janeiro que hoje estamos a viver, os 115 anos decorridos sobre a revolução republicana de 1891, deixo-vos aqui uma imagem (gravura publicada na revista Illustração) onde se documenta a proclamação do novo regime feita a partir da varanda da Câmara Municipal do Porto, bem como o modo como então se saudou e festejou aquela vitória da liberdade -- ainda que efémera, como dolorosamente se viu logo depois...! --, com chapéus e bengalas ao alto...

Mas, a 31 de Janeiro de 1908 -- há que recordá-lo aqui também --, em plena ditadura de João Franco, depois de esmagada a reacção revolucionário republicana de 28 de Janeiro, o rei Carlos I assinou um decreto que conferia ao ditador poderes de excepção, permitindo-lhe perseguir, prender e deportar, sumariamente (ie: sem processo judicial), qualquer pessoa suspeita de republicanismo activo ou de mera insubmissão ao regime e ao governo, decreto esse que terá motivado o atentado regicida levado a cabo no dia seguinte...

Saudações republicanas e laicistas.

Luis Mateus

Comentários

Mano 69 disse…
«Saudações republicanas e laicistas.»

Hummmmmmmmmmmmmmmmmmmm

O Buiça anda outra vez a rondar...
Anónimo disse…
Quem é o Buiça?
Mano 69 disse…
O Buiça foi o carrasco de D. Carlos.
O Buiça foi um dos regicidas.
Mano 69 disse…
Sim foi um dos regicidas ou seja um nome pomposo para quem ASSASSINOU uma pessoa que era Rei de Portugal.
Anónimo disse…
bendita a hora!
Anónimo disse…
Very nice site! » » »

Mensagens populares deste blogue

Goldman Sachs, política e terrorismo financeiro

Miranda do Corvo, 11 de setembro

Maria Luís e a falta de vergonha desta direita