Memória do salazarismo em Ribeira de Pena

Mais de três décadas é muito tempo na vida de uma pessoa e quase nada na história de um país.

No concelho de Ribeira de Pena (Vila Real) um membro da mesa eleitoral, com anuência do presidente, acompanhava os idosos à câmara de voto para lhes ensinar a pôr a cruz no sítio certo.

Ensinar os ignorantes é uma obra de misericórdia, há-de pensar-se em Ribeira de Pena.

No tempo de Salazar os membros da mesa votavam pelos mortos, não fossem ficar privados de apoiar o salvador da Pátria.

Hoje ainda se vota pelos vivos que têm dificuldades como então se fazia com os defuntos, impossibilitados de comparecer.

Comentários

Anónimo disse…
Está explicada a vitória do Cavaco....
Este Esperança é cá um palerma..
Mas quem disse ao leitor que a o crime praticado foi em favor de Cavaco?

Quanto ao insulto, diz mais de quem o profere do que do destinatário.
Anónimo disse…
Esperança não ligues... Estes são os intocáveis... Os verdadeiros... Os pudicos... OS SALVADORES DA PATRIA
fófó disse…
tudo culpa do presiddente da república real das canas...
cãorafeiro disse…
que vergonha...como é que é possível que ainda hoje ocorram coisas destas?
Anónimo disse…
Best regards from NY! »
Anónimo disse…
Cool blog, interesting information... Keep it UP » » »

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975