Momento de poesia

A ideia cristalina dos dias…


A ideia cristalina dos dias

a sombra e a luz do teu rosto

no instante do meu afago

exacto o teu olhar

a desvendar-me

a alegria descontrolada da descoberta

e os teus cabelos negros, cheios,

na onda do vento

a entrelaçarem-se nos meus dedos.

Eterna, a preto e branco,

a fotografia que enviaste,

luz de estátua, parada no tempo

do meu encantamento.

Alexandre de Castro

Comentários

Gostaria de enviar este link para o diário ateista, mas como está com problemas lá poderia fazer o favor de publicar?
É uma reportagem sobre cultos afro- brasileiros:
http://mediacenter.clicrbs.com.br/templates/player.aspx?uf=2&contentID=80825&channel=45

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime