Momento de poesia

Dissertação sobre as dissonâncias…


Deitas-te a meu lado

e eu não sei por que lado

devo começar

trazes nos cabelos

todos os caprichos

que aprendeste com o vento

e com a lua

no tempo em que eu

aprendi a percorrer

todos os teus caminhos

e agora pedes-me

para tudo recomeçar

como se a vida

nunca tivesse sido

o tempo de lentamente envelhecer.

Alexandre de Castro

Comentários

Súh disse…
adorei a poesia!!!

eu adoro poesia faz uma pra mim...rsrsrrs!!!

beeeeijos ♥

Mensagens populares deste blogue

Os incêndios e a chantagem ao Governo

Vasco Graça Moura