A ortodoxia já não é o que era

O padre católico Alessandro Santoro, que comanda a igreja de Piagge, um bairro de Florença, tomou uma decisão polêmica no domingo (25) e que está tendo grande repercussão na Itália, país onde 90% dos habitantes são católicos.

Ele celebrou o casamento de Fortunato Talotta, de 56 anos, com Sandra Alvino, um transexual de 64 anos.

Comentários

Anónimo disse…
Dio porco, ma che notizia!
Anónimo disse…
É claro que a resposta esperada pela parte da ICAR não demorou a chegar:

Padre que celebrou casamento de transexual afastado pela hierarquia

O arcebispo de Florença afastou das suas funções um padre de uma paróquia no bairro industrial por ter comemorado no domingo, um casamento entre um homem que passou a ser mulher e um homem, de acordo com um oficial.

Fonte: Sol

Nada de novo aqui! A ortodoxia da ICAR continua o que era e o que sempre será e pelos vistos cada vez mais.

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime

Tunísia – Caminho da democracia ou cemitério da laicidade ?