Tempo de antena do PSD

O monólogo do velho e ressentido salazarista não passou de chantagem partidária com a dissimulada ameaça da impensável intervenção da Nato e o desesperado apelo às instituições da União Europeia para destruírem o que o seu partido não conseguiu.

Comentários

e-pá! disse…
A intervenção de Cavaco Silva dirigida esta noite ao País é simplesmente patética.

A minha dúvida é se o homem ainda tem consciência do cargo que ocupa ou já se julga regressado à quinta da Coelha e está a falar com correligionários, colegas de bairro ou veraneantes.
Será difícil ignorar a desorientação temporo-espacial manifestada em toda a arenga desta noite e ter a mínima esperança que as instituições democráticas funcionem.
Na verdade, o estado de prontidão e de discernimento do seu garante é, manifestamente, lastimoso.
e-pá:

Não merecia ter acabado com maior dignidade o mandato.Esforçou-se para ser o instrumento do PSD até ao último gemido.
Manuel Galvão disse…
As iniciativas legislativas da "esquerda unida" podem ser chumbadas pela PAF? Parece-me que não! Agora é que vamos poder ver quem é quem dentro do PS...
Penso que seria boa estratégia viabilizar a PAF, e não deixar passar nada que não tivesse sido acordado à esquerda.

Mensagens populares deste blogue

O último pio das aves que já não levantam voo

Cavaco Silva, paladino da liberdade

Efeméride – 30 de outubro de 1975