XX Governo Constitucional

Na cerimónia fúnebre da tomada de posse do fictício Governo desfilaram os esqueletos dos figurantes a fazerem prova de que sabiam assinar o livro de atas. O dia dos Fiéis Defuntos foi antecipado 3 dias.

O lúgubre espetáculo terminou com um discurso da coligação mortuária, lido pelo PR terminal, e outro do líder dos defuntos. Resta saber se estes terão direito ao subsídio de reintegração quando regressarem ao convívio das almas penadas.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Nigéria – O Islão é pacífico…

A ânsia do poder e o oportunismo mórbido

Macron e a ‘primeira-dama': uma ‘majestática’ deriva …