Creches

Mais uma medida de um executivo sem plano para a sua cidade. A ideia de promover a criação de berçários, face à sua carência, é positiva mas mal aplicada do meu ponto de vista. Dela resulta a entrega de terrenos a IPSS,s para a construção deste tipo de infraestruturas quando uma verdadeira política social deveria orientar-se para uma outra intervenção. A autorização de construção em urbanizações com elevado indíce de edificação deveria, após prévia regulamentação, exigir dos construtores a construção de equipamentos sociais para a infância e/ou terceira idade, que depois seriam geridos por instituições de solidariedade social. Disponibilizar terrenos para quem quer construir é uma falsa medida porque as ipss são instituições sem fins lucrativos que dependem de financiamentos para fazer face aos encargos com a edificação e com o equipamento de respostas sociais.

Comentários

Anónimo disse…
Este Carlos Encarnação anda de cabeça perdida. Depois do Pres. da Conc. do PSD dizer que tinham que dar ao chinelo, o Encarnação quer dar-lhes com o chinelo logo nos berçários.
Onde são os terrenos?
Onde está o estudo com as necessidades?
Qual ou quais as IPSS's com quem falou?
Será que tem algum "negócio" para os laranjinhas que vão sair da Câmara?
É fartar vilanagem...
Anónimo disse…
Aliás...Por certo não é estranha a mão dos responsáveis ainda em exercício da Segurança social., na linha aliás do então Ministro Bagão.
Dar terrenos publicos,-digo publicos,(por 30 ou 90 ANOS A UMA QUALQUER -direi a uma bem amada IPSSS com exclusão de todas as outras) para aí construir uma comunidade social com todas as valencias (creche,jardim de infancia,lar,centro de dia) é não só fomentar o ostracismo de muitas genuinas IPSSS como, com clareza alargar de forma inexorável e pela via dos "negócios" politicos as habituais IPSS/ hoje monopolios de respostas sociais.
Anónimo disse…
Very cool design! Useful information. Go on! »

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime