Teorias orçamentais

Afonso, António (ISEG) ou (IGCP)(Junho, 1999, versão inglesa)
SUMÁRIO:
A neutralidade da dívida pública e a questão da Equivalência Ricardiana têm sido um dos assuntos mais frequentemente abordados e investigados pela moderna macroeconomia. Segundo a análise macroeconómica convencional, a dívida pública tem efeitos sobre a economia pois os consumidores encaram a dívida pública como riqueza líquida. Então, quanto maior for a dívida pública mais ricos se sentem os consumidores e mais tendem a consumir. Este texto resulta de uma leitura da literatura sobre a neutralidade da dívida pública e respectivas implicações para o consumo privado. O texto apresenta ainda os resultados de cálculos efectuados para a área do Euro os quais parecem lançar algumas dúvidas sobre a validade da hipótese Ricardiana para este conjunto de países

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cavaco Silva – O bilioso de Boliqueime